PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Leclerc leva Ferrari ao pódio outra vez, mas vê sorte

Leclerc celebra pódio, mas fala que carro não está onde gostaria: "Aproveitamos todas as oportunidades que apareceram" - Divulgação
Leclerc celebra pódio, mas fala que carro não está onde gostaria: "Aproveitamos todas as oportunidades que apareceram" Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

02/08/2020 13h42

Mesmo com a Ferrari longe dos seus melhores dias -não vence um Mundial de construtores da F-1 desde 2008-, Charles Leclerc levou a escuderia ao pódio pela segunda vez na temporada 2020, hoje, no GP da Grã-Bretanha. Mas, dessa vez, o piloto monegasco destacou a sorte que teve ao "ganhar de presente" o terceiro lugar nas voltas finais.

Leclerc largou na quarta colocação e manteve a posição até o fim da prova, quando o finlandês Valtteri Bottas teve um dos pneus de sua Mercedes estourado. Então, ele herdou o lugar no pódio, ficando atrás apenas do inglês Lewis Hamilton e do holandês Max Verstappen.

Fotos do GP da Grã-Bretanha de Fórmula 1

"Foi uma corrida muito difícil. Quando eu ouvi que Bottas teve problemas com seus pneus, eu imediatamente diminuí a velocidade. Depois, aconteceu o mesmo com Sainz e Hamilton. Então tivemos sorte", comentou o piloto de 22 anos de idade, que reservou mérito ao seu desempenho na corrida de Silverstone.

"Estou muito feliz pela maneira que preservei os pneus e com o equilíbrio do carro. A potência não é a mesma que deveria, mas utilizamos todas as possibilidades."

Leclerc ressaltou que ainda espera ir além nesta temporada ao invés de disputar posições fora do pódio. "É claro que não queremos lutar pelo quarto lugar por muito tempo, mas estou feliz por ter maximizado tudo o que temos em mãos. Foi uma corrida complicada. Em termos de estratégia e gerenciamento de pneus não foi fácil, mas fizemos funcionar."

Com o pódio, Leclerc subiu para o quinto lugar na classificação geral do Mundial, com 33 pontos -Hamilton lidera com 88. O companheiro dele de Ferrari, contudo, segue agonizando. O alemão Sebastian Vettel, tetracampeão mundial, ficou em décimo lugar e soma apenas dez pontos na temporada.

Fórmula 1