PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

"Claramente não somos bons o suficiente", diz Verstappen; frases da F1

Verstappen ainda afirmou que briga por posição com Bottas divertiu corrida chata - Leonhard Foeger/Pool via Getty Images
Verstappen ainda afirmou que briga por posição com Bottas divertiu corrida chata Imagem: Leonhard Foeger/Pool via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

13/07/2020 04h00

O segundo Grande Prêmio da temporada de Fórmula 1, realizado ontem (12), novamente na Áustria, foi marcado pela dobradinha da Mercedes. Lewis Hamilton, hexacampeão da modalidade, venceu com folga e viu seu companheiro Valtteri Bottas cruzar em segundo. Na terceira colocação, ficou Max Verstappen, que não hesitou para apontar a "clara" diferença da Red Bull, sua equipe, para a montadora da ponta.

"Eu estava me esforçando o máximo possível para ficar com eles, mas claramente ainda não somos bons o suficiente", disse o holandês, depois da prova.

Questionado sobre a briga com Bottas pela segunda colocação, já na parte final da corrida, Verstappen chamou novamente atenção com a resposta dada. "Foi um pouco divertido, porque a corrida estava chata", afirmou.

Ricciardo vê Stroll "desesperado"

Outro embate do GP da Estíria aconteceu entre Daniel Ricciardo e Lance Stroll. O piloto da Racing Point atacava o adversário pela sexta colocação, também nas voltas finais, até que tentou a ultrapassagem por dentro e forçou ambos os carros para fora da pista. Na visão do australiano da Renault, a manobra merecia punição - os comissários entenderam a colisão apenas como um incidente de corrida.

"Primeiramente, ele não passou, ele nos forçou para fora do traçado", afirmou Ricciardo, à "Sky Sports". "Eu sempre serei autocrítico comigo e eu deveria ter fechado a porta, mas eu não acho que ele teria feito a manobra, então acho que foi desesperado", acrescentou Ricciardo.

O canadense deu a sua versão sobre o ocorrido. "Eu finalmente vi a oportunidade, foi uma bem pequena, e aproveitei. Acabou sendo uma última volta bem agitada, mas emocionante para todos".

Norris garante emoção com corrida da vida

Stroll terminou com a sétima colocação, Ricciardo foi o oitavo. Enquanto brigavam por posição, os pilotos puderam assistir a um verdadeiro espetáculo de Lando Norris nas últimas três voltas. Além de ultrapassar a dupla citada, o britânico se beneficiou da asa dianteira quebrada do carro de Sergio Pérez e passou o mexicano na última curva do circuito. Norris superou três e terminou em quinto.

Foi uma ótima corrida para mim. Provavelmente, a melhor da minha carreira na F1.
Lando Norris à "Sky Sports"

"Claramente, eu tive sorte [ao passar Ricciardo e Stroll], pois eles estavam disputando posição. E depois tive sorte de novo com Pérez na última curva, o que fez com que essa se tornasse uma das melhores corridas na F1 até o momento."

Feliz com equipe e vitória, Hamilton estranha robôs

Lewis Hamilton venceu e ficou feliz por isso, claro. Ele ergueu um dos punhos em gesto que representa a resistência à opressão e é utilizado por diversos movimentos, inclusive o antirracismo, e elogiou o engajamento da equipe na primeira vitória do ano.

Mas houve algo que causou estranheza ao astro da Mercedes: os robôs na hora da premiação. Eles roubaram a atenção dos pilotos durante a cerimônia no pódio, mas Hamilton não pareceu gostar muito da novidade. "Foi estranho. Eu preferiria que alguém simplesmente empurrasse o carrinho para mim ou algo do tipo", brincou.

"Mas está tudo estranho ultimamente. Foi estranho ver aquele carrinho chegando com o troféu. Todo mundo já fez testes, usa máscaras e tal, então acho que é um pouco de exagero."

A próxima corrida de Fórmula acontece já no próximo fim de semana. Os pilotos correrão no domingo (19) o GP da Hungria.

Fórmula 1