PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Lewis Hamilton critica Espanha por touradas: "Isso é muito nojento"

Lewis Hamilton com a imprensa no Brazilian Grand Prix - Marcio Komesu/UOL
Lewis Hamilton com a imprensa no Brazilian Grand Prix Imagem: Marcio Komesu/UOL

Do UOL, em São Paulo

13/06/2020 13h42

Depois de criticar a Fórmula 1 pelo silêncio em relação ao assassinato racista do norte-americano George Floyd, o hexacampeão da categoria voltou sua artilharia contra as touradas, uma tradição na Espanha.

O britânico compartilhou no stories do Instagram uma foto de um touro morto coberto de sangue com a seguinte mensagem: "Espanha, isso é muito nojento".

Imagem compartilhada por Hamilton no Instagram - Reprodução - Reprodução
Imagem de touro morto compartilhada por Hamilton no Instagram
Imagem: Reprodução

Nas postagens seguintes ele diz que "as crianças na Espanha aprendem a torturar e matar touros aos 14 anos".

"Pedimos ao Ministério da Educação que feche as escolas de touradas imediatamente", escreveu o campeão, que na rede social se define como "um amante dos animais".

Hamilton afirma que a ONU (Organização das Nações Unidas) já declarou que as touradas violam a Convenção dos Direitos da Criança porque os jovens são doutrinados a um ato de violência.

Hamilton aderiu ao slogan da Peta (Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais), que diz: "Não deixe a tortura se mascarar de cultura". Ele compartilhou uma petição do grupo pedindo que seus seguidores repetissem o gesto.

O piloto, vegano desde 2017, foi nomeado pela organização como a "Personalidade do Ano" de 2018.

Lewis Hamilton fala sobre racismo

UOL Esporte

Fórmula 1