PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Globo mantém média e repete audiência com reprises de Fórmula 1

Ayrton Senna guia sua McLaren durante o GP do Brasil de 1991 - Pascal Rondeau/Getty Images
Ayrton Senna guia sua McLaren durante o GP do Brasil de 1991 Imagem: Pascal Rondeau/Getty Images

Gabriel Vaquer

Colaboração para o UOL, em Aracaju

10/05/2020 13h31

A Globo manteve a média de audiência que costuma registrar nas manhãs de domingo hoje (10), com a exibição da clássica vitória de Ayrton Senna no Grande Prêmio de Brasil em 1991, dentro do "Esporte Espetacular". Segundo dados prévios obtidos pelo UOL Esporte, que podem sofrer alterações no consolidado que será divulgado amanhã, a reprise marcou oito pontos de audiência na Grande São Paulo e foi líder entre as emissoras.

O número, considerado bom, é a média de audiência das últimas semanas do programa esportivo durante a pandemia da Covid-19. O dado também é o mesmo da reprise da semana passada, quando a corrida que deu a Senna seu primeiro título na Fórmula 1 foi exibida.

Desta vez, a Globo não anunciou nenhuma outra reprise da modalidade para a semana que vem dentro do "Esporte Espetacular", confirmando que não vai reexibir mais corridas, pelo menos por enquanto.

No mesmo horário da exibição da corrida, a Record marcou e o SBT marcaram 5 pontos cada. A Band, com a exibição dos antigos seriados japoneses como "Jaspion" e "Changeman", registrou 1,5.

A Fórmula 1 está paralisada por causa da pandemia do novo coronavírus e não tem previsão de reinício. As reprises serviram também para a Globo agradar seus parceiros que costumam anunciar em corridas, mantendo uma entrega comercial para eles no período de suspensão da temporada.

Fórmula 1