PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Ex-presidente da Ferrari: Não ter contratado Senna é minha maior frustração

Luca di Montezemolo, ex-presidente da Ferrari - Mark Thompson/Getty Images
Luca di Montezemolo, ex-presidente da Ferrari Imagem: Mark Thompson/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

05/04/2020 13h34

Luca di Montezemolo, ex-presidente da Ferrari, afirmou que seu maior arrependimento à frente da escuderia na Fórmula 1 foi não ter contratado Ayrton Senna.

Ele revelou o pedido do brasileiro de se juntar à Ferrari pouco antes do acidente que matou Senna, em 1994, em Imola, na Itália.

"(Meu arrependimento foi) Não ter trazido Ayrton Senna. Ele veio até a minha casa em Bologna, antes do acidente de Imola, e me disse que queria correr a todo custo com nós e deixar a Williams. Combinamos de nos vermos depois de Imola, mas depois aconteceu o que aconteceu", disse em entrevista à emissora Sky Sport.

"Eu ficaria feliz em tê-lo. Teria sido a cereja do bolo, que foi o que aconteceu com Michael Schumacher. Ele entrou na história da Ferrari porque ninguém fez o que ele fez", acrescentou.

Fórmula 1