Topo

Fórmula 1


Fórmula 1

F1 anuncia acordo inicial para realizar GP de Miami

Hard Rock Stadium, em Miami, nos Estados Unidos, pode ser "sede" de GP - Joel Auerbach/Getty Images
Hard Rock Stadium, em Miami, nos Estados Unidos, pode ser "sede" de GP Imagem: Joel Auerbach/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

15/10/2019 21h51Atualizada em 15/10/2019 22h35

A Fórmula 1 divulgou no fim da tarde de hoje ter chegado a um acordo inicial para realizar o GP de Miami do Hard Rock Stadium; o circuito seria no entorno do estádio, casa do time de futebol americano Miami Dolphins. As negociações ocorrem há mais de ano.

"Estamos empolgados em anunciar que a Fórmula 1 e o Hard Rock Stadium chegaram a um acordo inicial para a realização do primeiro GP de Miami", diz comunicado assinado pelo diretor-executivo do Hard Rock Stadium e do Miami Dolphins, Tom Garfinkel, em conjunto com o diretor comercial da F1, Sean Bratches.

O acordo, segundo o Miami Herald, seria para realizar a corrida em 2021, mas ainda deve ser aprovado pela legislação local. Inicialmente, a ideia era que a corrida fosse à beira da praia. Mas o impacto comercial de vias fechadas para a realização do evento, além da reclamação de moradores, fez o plano ser alterado.

"Estimamos um impacto anual de mais de 400 milhões de dólares e 35.000 vagas em hotéis da região, com o GP de Miami representando um gigantesco evento econômico para o sul da Flórida", continua o comunicado conjunto.

Moradores da região de Miami Gardens, próxima ao Hard Rock Stadium, se manifestaram contra a realização do evento. A preocupação da vizinhança é com trânsito, barulho e poluição.

Já os interessados na organização da corrida alegam que a área do estádio não fica próxima dos conjuntos residenciais e que o trânsito na região seria afetado um único final de semana por ano, trazendo à área reconhecimento internacional. Os organizadores chegaram a comparar a realização da corrida ao Super Bowl, maior evento esportivo do país.

Fórmula 1