Topo

Fórmula 1


Fórmula 1

Com ascensão de Leclerc e Verstappen, audiência da Fórmula 1 sobe na Globo

Charles Leclerc, da Ferrari, e Max Verstappen, da Red Bull, acenam para os fãs antes de corrida em Hockenheim - Andrej Isakovic/AFP
Charles Leclerc, da Ferrari, e Max Verstappen, da Red Bull, acenam para os fãs antes de corrida em Hockenheim Imagem: Andrej Isakovic/AFP

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Londres (ING)

14/09/2019 04h00

As últimas corridas da Fórmula 1 têm sido muito disputadas na pista graças à ascensão dos jovens pilotos Max Verstappen e Charles Leclerc, que desafiaram Lewis Hamilton, líder absoluto do campeonato, e conquistaram vitórias de julho para cá. Isso tem gerado resultado direto para a Rede Globo: desde o Grande Prêmio da Alemanha, disputado há dois meses, a emissora vem batendo marcas com a transmissão das provas.

A tendência de crescimento começou com a prova disputada sob chuva e muito movimentada em Hockenheim, vencida por Verstappen. A corrida teve 11 pontos de média em São Paulo, melhor marca da temporada até então. No Rio de Janeiro, foi a segunda melhor audiência da temporada, atrás do Grande Prêmio do Bahrein, cuja largada ocorreu duas horas mais tarde.

Os números foram ainda melhores no fim de semana seguinte, quando o mesmo Verstappen lutou até a reta final, mas viu Lewis Hamilton vencer o Grande Prêmio da Hungria. A audiência média para São Paulo ficou em 13 pontos, com 30% de share. No rio, chegou aos 11 pontos.

Os bons números continuaram nas duas últimas etapas, vencidas por Leclerc. No GP da Bélgica, a média voltou aos 11 pontos, representando a melhor marca para a corrida disputada no circuito de Spa-Francorchamps desde 2011.

Relembre: Leclerc dedicou vitória na Bélgica a amigo morto na véspera

Band Notí­cias

A audiência média de 11 pontos em São Paulo se repetiu no GP da Itália, disputado no último fim de semana, o que representa o melhor resultado nos últimos sete anos para a prova de Monza.

Tais números voltam a mostrar uma tendência que já foi observada no ano passado em relação ao comportamento dos espectadores da Fórmula 1: a audiência aumenta consideravelmente quando há disputas entre duas equipes diferentes. Em 2018, primeira temporada em que a categoria foi exibida em TV aberta no país sem que o Brasil tivesse um representante no grid, os números cresceram em 20%. Isso em um campeonato no qual a Ferrari voltou a competir em alto nível depois de quatro anos de domínio da Mercedes.

A Mercedes voltou a dominar na primeira metade deste ano, e os números também caíram. Mas a reação da Red Bull de Verstappen e da Ferrari de Leclerc tem gerado números, inclusive, melhores do que os de 2018.

A próxima etapa da Fórmula 1 será realizada no fim de semana que vem, no circuito de rua de Singapura. Espera-se que a Red Bull esteja, mais uma vez, no mesmo nível da Mercedes devido às características da pista.