PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Mercedes compete "sozinha", e Bottas é pole na Rússia; Hamilton larga em 2º

Valtteri Bottas, da Mercedes, larga pela segunda vez na frente de Hamilton - Maxim Shemetov/Reuters
Valtteri Bottas, da Mercedes, larga pela segunda vez na frente de Hamilton Imagem: Maxim Shemetov/Reuters

Do UOL, em São Paulo

29/09/2018 10h05

Sem surpreender no treino classificatório do Grande Prêmio de Sochi, na Rússia, a Ferrari viu a Mercedes disputar quase entre si os melhores tempos e posições do grid de largada neste sábado. Na competição interna da equipe que lidera o mundial de construtores com vantagem de 37 pontos quem levou a melhor foi o finlandês Valtteri Bottas, que larga na pole position depois de cravar o tempo de 1min31s387. Ele venceu esta etapa no ano passado e foi apontado pelo próprio companheiro de equipe como um piloto mais apropriado para a pista, que é mercada pelas longas retas.

É a segunda vez que Bottas larga na frente de Hamilton em 2018 - a outra foi na Áustria. É a 16ª etapa da temporada 2018 da Fórmula 1 e o alemão Sebastian Vettel, que precisa tirar 40 pontos em relação a Hamilton nas últimas provas, larga em terceiro lugar. Kimi Raikkonen completa a segunda fila, seguido por Kevin Magnussen, Esteban Ocon, Charles Leclerc, Sergio Pérez, Romain Grosjean e Marcus Ericsson.

Lewis Hamilton vinha dominando todas as etapas do GP de Sochi. Ele já havia liderado os treinos livres de sexta-feira e também a terceira sessão, neste sábado, com o estabelecimento de um novo recorde do autódromo, com 1min33s067. Curiosamente, ele não vence na Rússia desde 2015. No Q3, ele abortou a volta depois de errar no segundo setor e parabenizou Bottas pelo desempenho.

Hamilton, Bottas e Vettel no GP da Rússia - Maxim Shemetov/Reuters - Maxim Shemetov/Reuters
Bottas entre Hamilton, que larga em segundo, e Vettel, que aparece em terceiro no grid de Sochi
Imagem: Maxim Shemetov/Reuters

Neste sábado, o grid já começou com uma série de punições, casos de Max Verstappen e Daniel Ricciardo, da Red Bull, Fernando Alonso, da McLaren, além de Pierre Gasly e Brendon Hartley, da Toro Rosso, em razão de trocas de peças. Independentemente do tempo anotado no último treino, todos largarão nas últimas posições. Na pista, Hartley e Alonso já foram eliminados no Q1, além de Sergey Sirotkin e Lance Stroll, da Williams, e Stoffel Vandoorne, da McLaren. Para o Q2, as equipes punidas nem sequer saíram dos boxes para economizar pneus. Foram desclassificados, sem contar a dupla da Red Bull e Gasly, Carlos Sainz e Nico Hulkenberg, da Renault.

A largada do GP de Sochi será às 8h10 deste domingo. Confira o grid de largada:

1. Valtteri Bottas (FIN/Mercedes): 1min31s387
2. Lewis Hamilton (ING/Mercedes): 1min31s532 
3. Sebastian Vettel (ALE/Ferrari): 1min31s943
4. Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari): 1min32s237
5. Kevin Magnussen (DIN/Haas): 1min33s181
6. Esteban Ocon (FRA/Force India): 1min33s413
7. Charles Leclerc (MON/Sauber): 1min33s419
8. Sergio Pérez (MEX/Force India): 1min33s563
9. Romain Grosjean (FRA/Haas): 1min33s704
10. Marcus Ericsson (SUE/Sauber): 1min35s196
11. Carlos Sainz (ESP/Renault)
12. Nico Hulkenberg (ALE/Renault)
13. Sergey Sirotkin (RUS/Williams): 1min35s612
14. Stoffel Vandoorne (BEL/McLaren): 1min35s977
15. Lance Stroll (CAN/Williams): 1min36s437
16. Fernando Alonso (ESP/McLaren): 1min35s504
17. Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull)
18. Max Verstappen (HOL/Red Bull)
19. Piere Gasly (FRA/Toro Rosso)
20. Brendon Hartley (NZL/Toro Rosso): 1min35s037

Fórmula 1