PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Inspirado por tatuagem em GP do título, Hamilton destaca consistência

Hamilton celebra seu quarto título da Fórmula 1 ainda dentro do carro - Clive Mason/Getty Images/AFP
Hamilton celebra seu quarto título da Fórmula 1 ainda dentro do carro Imagem: Clive Mason/Getty Images/AFP

Julianne Cerasoli

Do UOL, na Cidade do México (MEX)

29/10/2017 21h07

Lewis Hamilton sabia qual seria o maior risco para a conquista de seu tetracampeonato neste domingo no GP do México: a largada. Horas antes da prova, o inglês reconheceu que acordou pensando que tinha que focar em passar ileso nos primeiros metros. Mas não conseguiu: após um toque com o rival Sebastian Vettel, o inglês teve um pneu furado e foi parar em último. Mas sua vantagem no campeonato era tão grande que, com um nono lugar, conseguiu o título. Isso porque Vettel também teve problemas com o toque e foi apenas o quarto.

Falando como tetracampeão do mundo, Hamilton apontou a consistência como fundamental para bater Vettel e a Ferrari com duas corridas de antecipação.

“Consistência é algo em que trabalhei muito duro neste ano. Queria melhorar o meu nível em todos os aspectos e a consistência é o mais importante, especialmente em um campeonato lutado como este. E mesmo hoje, quando estava lá atrás, em momento algum eu desisti. O que está tatuado nas minhas costas, ‘ainda assim eu me levanto` (still I rise), ficou na minha cabeça o tempo todo”, revelou o inglês, ouvido pelo UOL Esporte na Cidade do México.

“Disputar contra um tetracampeão em seu pico é um grande desafio e você sempre quer ter o maior desafio possível e Sebastian pilotou extremamente bem pela maior parte do ano. Hoje foi meio incomum e quero ver o replay, mas o que ficou na minha cabeça foi ‘continue, continue lutando’. Mas acho que o mais importante é a equipe, eles fizeram um grande trabalho.”

Hamilton já vai como campeão para o GP do Brasil, próxima etapa do mundial, que será realizada dia 12 de novembro.

Fórmula 1