PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

GP da Bélgica tem ousadia e táticas diferentes na escolha dos pneus

A Ferrari teve problemas com os pneus em Silverstone - Charles Coates/Getty Images
A Ferrari teve problemas com os pneus em Silverstone Imagem: Charles Coates/Getty Images

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Spa-Francorchamps (BEL)

24/08/2017 13h34

A Pirelli ousou na escolha dos compostos para o GP da Bélgica. E as equipes, também. Os fornecedores trouxeram para Spa-Francorchamps os três compostos mais macios existentes, mesmo sendo um circuito de alta velocidade, o que geralmente faz com que as escolhas sejam mais conservadoras.

As equipes, por sua vez, fizeram opções bem diferentes entre si, algo raro na temporada. As Mercedes, por exemplo, terão à disposição apenas seis pneus ultramacios durante o final de semana, enquanto a Red Bull terá nove ultramacios e apenas um macio. Já os pilotos da Ferrari optaram por usar sete ultramacios.

Max Verstappen não quis fazer previsões antes de entrar na pista, mas Bottas afirmou ao UOL Esporte que a temperatura será um fator fundamental para definir qual composto será mais utilizado.

“Vamos descobrir logo se é uma boa tática. Obviamente, é uma pista de muita alta velocidade e estamos esperando que a temperatura não seja tão alta neste ano, pois ano passado estava muito quente e alguns tiveram problemas com seus pneus. Então, com as temperaturas mais baixas, os pneus mais macios devem funcionar.”

Os compostos de Spa já tinham sido escolhidos quando a Ferrari teve problemas nas voltas finais do GP da Inglaterra, disputado em outro circuito de alta velocidade, e isso certamente será levado em conta pelas equipes.

Até por conta disso, Felipe Massa, que também só tem um jogo de pneus macios, acredita que não andará com este composto nos treinos livres para garantir um jogo zerado para a corrida.

“Vamos deixar esse pneu para a corrida. Se for um pneu que vamos usar, teremos que deixar guardado para o domingo e acredito que muitos carros vão chegar para a corrida só com um jogo de macios de qualquer jeito.”

A escolha de pneus mais macios é uma tentativa da Pirelli de promover mais paradas durante a corrida. Como os pneus são mais duráveis neste ano, a maioria da prova foi vencida com uma estratégia de apenas um pit stop.

Confira os horários do GP da Bélgica
Sexta-feira, 25/08
Treino Livre 1 - 5h – 6h30
Treino Livre 2 - 9h – 10h30

Sábado, 26/08
Treino Livre 3   6h – 7h
Classificação – 9h – 10h

Domingo, 27/08
Corrida – 9h

Fórmula 1