PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Chefão da Red Bull crê que Verstappen fica e minimiza assédio de rivais

David Mdzinarishvili/Reuters
Imagem: David Mdzinarishvili/Reuters

Do UOL, em São Paulo

17/08/2017 15h09

O chefe da Red Bull, Christian Horner, acredita que Max Verstappen seguirá na escuderia mesmo diante do interesse da Mercedes e Ferrari. O jovem holandês de 19 anos tem contrato até o fim de 2018.

Na Red Bull, Verstappen terá espaço para amadurecer na Fórmula 1.

“Ele é impaciente como qualquer jovem, mas ele é objetivo o suficiente para saber que há coisas boas engatilhadas”, destacou o chefe da Red Bull para “Autosport”.

Neste ano, Verstappen subiu apenas uma vez ao pódio e ocupa a 6ª posição no ranking do Mundial de Pilotos. A Red Bull entende que, apesar do desempenho abaixo do esperado do piloto e da equipe, Verstappen tem apresentado evolução.

“Nós vimos um progresso muito acentuado”, disse Horner.

A Ferrari busca uma opção para a próxima temporada. Verstappen é um dos nomes sondados para compor a escuderia com Sebastian Vettel.

O presidente da Ferrari, Sergio Marchionne, descartou a possibilidade de Fernando Alonso retornar à escuderia para a próxima temporada. A vaga para segundo piloto estará aberta em 2018. Kimi Raikkonen não deverá renovar o vínculo.

Fórmula 1