PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Sauber pode lucrar com possível fim da parceria de McLaren e Honda em 2018

AFP PHOTO / JOSE JORDAN
Imagem: AFP PHOTO / JOSE JORDAN

Do UOL, em São Paulo

31/03/2017 09h04

A Sauber não esconde que busca um novo fornecedor de motores para a próxima temporada. O time usa motores Ferrari desde que sua ex-parceira, a BMW, deixou a categoria no final de 2009 e, nesta temporada, optou por comprar os motores italianos do ano passado para economizar.

Porém, não é de hoje que existem rumores sobre uma possível troca de fornecedor para 2018. Desde o ano passado, a equipe é vista como uma possibilidade para a Honda, que enfrenta um momento turbulento em sua parceria com a McLaren. A ideia inicial era de que a Honda poderia se beneficiar ao ter um segundo time, mas, com as críticas abertas dos dirigentes da equipe aos japoneses, aumentam os rumores de que o time inglês possa trocar de fornecedor para a próxima temporada, fazendo com que a Sauber se tornasse, efetivamente, uma equipe de fábrica.

Do outro lado, especula-se que a contratação de Pascal Wehrlein, piloto ligado à Mercedes, tenha aberto a possibilidade da Sauber receber os cobiçados motores alemães na temporada 2018.

A decisão final precisa ser tomada em breve, já que, pelo regulamento esportivo da F-1, as fabricantes devem nomear suas clientes até o dia 6 de maio do ano anterior.

Do lado da Sauber, a chefe Monisha Kaltenborn confirmou que há negociações em andamento e não descartou nenhuma das duas possibilidades. “Tudo o que posso dizer é que estamos mantendo conversas com eles", disse ao motorsport.com, referindo-se à Honda. "Mas estamos abertos com relação a nossa situação. Acho que temos algumas opções. Sei que uma decisão precisa ser tomada em breve e sabemos que, quanto antes tivermos a certeza, melhor será o desenvolvimento.”

Sobre a Mercedes, a dirigente confirmou que "também é uma possibilidade" e salientou que uma decisão ainda não foi tomada.

Fórmula 1