PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Mercedes renova contratos com Wolff e Lauda. E chefão sai fortalecido

Clive Rose/Getty Images
Imagem: Clive Rose/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

20/02/2017 05h33

Não foi apenas a contratação de Valtteri Bottas que os chefes da Mercedes negociaram nos últimos meses: o time divulgou a extensão do contrato de seus dois comandantes, Toto Wolff e Niki Lauda, até 2020, ano em que se encerra o atual compromisso dos alemães com a Fórmula 1.

A estabilidade interna deve ajudar a Mercedes a iniciar as negociações com os novos donos da categoria, o grupo Liberty Media, para a renovação deste acordo.

Wolff, que mantém seus 30% de ações, sai fortalecido. Após anos dividindo o comando da equipe com Paddy Lowe, mais focado na área técnica, o austríaco viu uma reorganização do time com a saída do inglês. Seu substituto, James Allison, chega como diretor técnico, mas tendo de se reportar a Wolff.

Lauda, que atua como um super conselheiro, está na Mercedes desde 2012, enquanto Wolff, que chegou à Fórmula 1 por meio da compra de ações da Williams, é o chefe desde 2013. Como explicou o presidente da Daimler, Dieter Zetsche, naquele ano foi feita uma mudança na administração da equipe “com a clara meta de melhorar a performance. Desde então, os resultados excederam as expectativas. E um fator chave para este sucesso tem sido a combinação das habilidades empreendedoras do Toto e a experiência do Niki”, avaliou.

“A renovação do compromisso deles com nosso programa dá uma continuidade importante para os próximos quatro anos.”
Após vencer os últimos três campeonatos, a Mercedes apresenta seu carro para a temporada 20117 nesta quinta-feira.

Fórmula 1