PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Ex-F-1 defende que Williams procure jovens e "deixe Massa descansar"

Do UOL, em São Paulo

19/12/2016 15h07

No que depender da opinião do recém-aposentado Mark Webber, que deixou a Fórmula 1 no final da temporada de 2013 e 'pendurou o capacete' definitivamente após três temporadas no Mundial de Endurance, Felipe Massa não deveria atender à oferta da Williams e retornar ao grid na próxima temporada.

O brasileiro anunciou que estava deixando a categoria em 2016, porém a equipe que defendeu nos últimos três anos de carreira o chamou de volta para substituir Valtteri Bottas, principal nome cotado para o lugar de Nico Rosberg, outro que decidiu encerrar a carreira mesmo após conquistar o título deste ano.

Webber, no entanto, defende que o time inglês procure pilotos mais jovens para substituir Bottas, sugerindo três nomes com os quais andou ou na própria Fórmula 1 ou no WEC nos últimos anos. Um deles, inclusive, é o de Lucas di Grassi, que disputou uma temporada pela F-1 em 2010 e atualmente está no Endurance.

"Williams, deixe Massa descansar, ele teve uma grande carreira", escreveu Webber em sua página do Twitter. "Procure uma estrela do LMP1, como Brandon Hartley [britânico que testou de F-1 pela Red Bull], Sebastien Buemi [que foi piloto da Toro Rosso] ou Di Grassi. São caras famintos, técnicos e rápidos."

Webber pilotou pela Williams em 2005 e 2006, mas seu período de maior notabilidade na Fórmula 1 foi na Red Bull, onde conquistou todas as suas nove vitórias na categoria, chegando a lutar diretamente pelo título em 2010.

Fórmula 1