PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Depois de até Alonso levar bronca, bandeira azul promete protagonizar GP

Mark Thompson/Getty Images
Imagem: Mark Thompson/Getty Images

Julianne Cerasoli

Do UOL, na Cidade do México (MEX)

29/10/2016 06h00

“Todos eles querem disputar corrida!”, indignou-se Sebastian Vettel durante os treinos livres do GP do México. “Que idiota!” O alvo, no caso, era o bicampeão Fernando Alonso que, a exemplo do piloto da Ferrari, fazia sua simulação de corrida, testando a durabilidade dos pneus. Perdendo pressão aerodinâmica ao acompanhar a McLaren de perto, o tetracampeão saiu da pista.

As constantes broncas de Vettel e outros pilotos quando encontram carros mais lentos nas pistas geraram até uma mudança de regra, que entrou em vigor no último final de semana, nos Estados Unidos. A partir de agora, os pilotos recebem um aviso quando o carro que está se aproximando fica a 3s do seu e têm de sair do caminho na primeira oportunidade quando o rival fica a menos de 1s. A adoção deste aviso pretende fazer com que o processo fique mais ‘matemático’ e consistente, ao invés de depender da percepção dos fiscais de pista.

No México, cujo circuito é estreito especialmente no terceiro setor, ficou claro após várias reclamações durante os treinos livres que a eficácia da nova regra será testada.

“Acho que é da natureza desse circuito”, opinou Felipe Nasr, um dos pilotos que deve sofrer no domingo ao receber bandeiras azuis. “Não é favorável para deixar alguém passar porque tem um trecho em que você chega e é travado; não tem como deixar passar no setor três. Eu mesmo sofri muito nas minhas voltas rápidas: chegava no último setor e tinha dois ou três carros andando devagar. Vamos ver o que discutimos na reunião, mas muita gente teve problema de trânsito nos treinos.”

Felipe Massa, por sua vez, lembrou que a questão do tráfego também será muito importante na classificação, especialmente no início, quando os 22 carros estarão na pista.

“É um circuito em que o trânsito, sem dúvida, atrapalha. É fundamental sair na hora certa na classificação para não ser atrapalhado. Para a corrida, talvez a regra nova seja importante. Mas ela é só para retardatário e tomara que eu não seja um deles!”

Já Alonso aproveitou a bronca de Vettel para dar uma alfinetada no piloto que ocupa o lugar que era do espanhol na Ferrari. “Não dei muita importância. Deve existir uma grandíssima frustração por parte dele e da Ferrari, então é de se perdoar.”

Mais calmo, Vettel disse entender que, nos treinos livres, os pilotos estavam ocupados em entender a durabilidade dos pneus, o que faz com que os carros tenham ritmos bastantes diferentes entre si, mas afirmou que isso o atrapalhou mais que o normal. “Talvez tenha sido só eu, mas me senti na Cidade do México de verdade, e não no circuito. Era muito trânsito!”, reclamou.

A classificação para a 19ª etapa do campeonato começa às 16h pelo horário de Brasília. A largada está marcada para as 17h do domingo.

Fórmula 1