PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Massa testará o halo no México. Mas tem outras preocupações para o GP

Brasileiro da Williams exibe equipamento, mas admite pouco interesse no funcionamento - Instagram/Reprodução
Brasileiro da Williams exibe equipamento, mas admite pouco interesse no funcionamento Imagem: Instagram/Reprodução

Julianne Cerasoli

Do UOL, na Cidade do México (MEX)

27/10/2016 22h12

Nesta sexta-feira, Felipe Massa testará pela primeira vez a proteção de cockpit que deve ser adotada pela Fórmula 1 a partir de 2017. Mas reconhece que não é dos mais interessados em saber como o dispositivo funciona, uma vez que já anunciou sua aposentadoria no final desta temporada.

“[Com o teste], dá para entender um pouco, não muito. Mas no meu caso, como eu não vou usar, não faz muita diferença”, disse o piloto da Williams, rindo.

Será a segunda vez que a equipe andará com o halo. Nos Estados Unidos, foi Valtteri Bottas que testou o halo.

“Ele falou que dá para guiar, mas é um pouco estranho do lado do piloto. Lógico que, em termos de visibilidade, ele preferiria sem o halo, mas é algo que acaba acostumando. Vou entender melhor nestes treinos como é.”

Além do teste, que durará apenas uma volta, Massa começa nesta sexta-feira a compreender as chances da Williams para este final de semana. O time vem em uma luta apertada com a Force India pelo quarto lugar no mundial e está a oito pontos da quarta colocada entre os construtores com três corridas para o final.

“A expectativa é a mesma das últimas corridas: tentar fazer o melhor e tirar o máximo de pontos da Force India para brigar até o final. Sabemos que não é uma luta fácil. Em Austin, eles se classificaram com meio segundo de vantagem com um dos carros. Mas, na corrida, só tinha um carro, do Perez, e meu ritmo era melhor do que o dele”, lembrou o brasileiro, que chegou à frente do mexicano na ocasião, recuperando dois pontos para a Williams.

Os treinos livres abrem os trabalhos para o GP do México, com duas sessões de 1h30 a partir das 13h e das 17h da sexta-feira pelo horário de Brasília. A classificação será às 16h do sábado, mesmo horário da largada, no domingo.

Fórmula 1