PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Dispensa da McLaren me fez pensar em deixar a F-1, revela Perez

Eduardo Verdugo/AP
Imagem: Eduardo Verdugo/AP

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Cingapura

22/09/2016 07h51

Sergio Perez era a menina dos olhos do mercado de pilotos há cinco anos, quando chegou a lutar pela vitória a bordo de uma Sauber e chamou a atenção dos times grandes. Ao final da temporada de 2012, o mexicano anunciou sua ida para a McLaren. Mas as coisas não saíram como planejado e, após não ter seu contrato renovado para 2014, revelou que quase deixou a Fórmula 1.

“Minha época na McLaren foi extremamente dura, especialmente no final. Esperava fazer parte do time por alguns anos, crescer com eles, mas isso não aconteceu. Não tive a oportunidade de mostrar todo meu potencial. Não tínhamos um carro competitivo ou consistente. Quando olho para trás é ótimo pensar que sobrevivi àquela pancada”, contou o piloto à Sky Sports.

“Pensei em sair da F-1. [Eles me despediram] antes do GP dos EUA e já era o fim do ano, as vagas já estavam quase todas fechadas. Não queria ficar em uma equipe em que não poderia mostrar meu talento, no fim do grid. Pensei que a F-1 tinha acabado para mim e que tinha que encontrar outra categoria, ver que a F-1 não é tudo no mundo.”

Perez, então, acabou assinando com a Force India, equipe em que está até hoje e na qual deve permanecer na próxima temporada. Porém, o mexicano não esconde que almeja uma nova chance em um time grande - especialmente a Ferrari.

Fórmula 1