PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Hamilton sente o baque após GP ruim em Baku: 'Este pode ser o ano de Nico'

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Barcelona (ESP)

21/06/2016 09h02

A série de problemas que Lewis Hamilton vem enfrentando nesta temporada da Fórmula 1 está começando a minar a confiança do tricampeão. Ano passado, o inglês dominou por todo o ano e venceu com três corridas de antecipação. Em 2016, porém, enfrentou obstáculos diferentes em todas as etapas.

Mesmo nas duas corridas em que venceu, em Mônaco e no Canadá, Hamilton teve problemas no motor na classificação no Principado e uma largada ruim em Montreal. Falhas da unidade de potência e na largada, aliás, têm sido duas constantes no ano.

Na última etapa, em Baku, no Azerbaijão, Hamilton fez uma péssima classificação e acabou no muro, largando em 10º. Na corrida, uma configuração errada de motor - que ele não sabia como retificar dentro do cockpit e, devido às regras atuais, não podia ser ajudado pelos engenheiros - o fez ter menos potência por boa parte da prova.

Mesmo com parte da ‘conta’ dos pontos perdidos no ano indo para a equipe e parte para ele mesmo, Hamilton começou a dar indícios de que está resignado com a situação.

“Este pode ser, na verdade, o ano de Nico, mas mesmo assim não vou me render”, disse Hamilton à BBC após ver o companheiro e líder do campeonato Nico Rosberg vencer a quinta do ano. “É claro que não estou tão confiante, especialmente após tantos problemas no motor, mas ainda faltam muitas corridas.”

Após oito etapas disputadas, Hamilton está a 24 pontos de Rosberg. À mesma altura no ano passado, tinha 10 pontos de vantagem. 

Fórmula 1