PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Williams tem pit stops mais rápidos pelo 3º GP seguido, mas Massa quer mais

Dan Istitene/Getty Images
Imagem: Dan Istitene/Getty Images

18/04/2016 11h47

Os dias de erros nos pit stops parecem ter ficado para atrás na Williams. O time, que vinha de dois anos bastante irregulares no quesito, fez as paradas mais rápidas em todas as três etapas disputadas até aqui no campeonato.

Na China, o pit stop mais veloz foi o de Felipe Massa, de apenas 2s1. Porém, Ferrari e Red Bull foram consistentemente mais velozes: o time italiano fez a segunda e a quinta melhores marcas, ambas com Vettel, enquanto os anglo-austríacos ficaram com o terceiro e quarto tempos e empataram com a Scuderia pelo quinto - em duas paradas de Ricciardo e uma de Kvyat.

Mesmo com um dos problemas da equipe aparentemente resolvido, Massa não esconde a preocupação com a falta de ritmo. O brasileiro ficou muito satisfeito com o sexto lugar conquistado na China, em uma corrida que não teve nenhum abandono, e à frente da Mercedes de Lewis Hamilton. Porém, isso também serviu para evidenciar que a Williams está longe de ser a terceira força no campeonato.

O time perdeu o posto para a Red Bull, que colocou Kvyat em terceiro e Ricciardo em quarto. A corrida do australiano, inclusive, foi emblemática: após cair para último na terceira volta, quando teve um pneu furado, o piloto passou Massa na pista na parte final da prova e chegou 23s à frente do brasileiro.

“Precisamos de mais velocidade”, reconheceu Massa. “Não estamos onde deveríamos estar. Ganhar dois ou três décimos por volta faria uma grande diferença para nós.”

Fórmula 1