PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Líder, Raikkonen reclama do comportamento da Ferrari: 'Dia foi complicado'

Clive Mason/Getty Images
Imagem: Clive Mason/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

15/04/2016 05h35

Kimi Raikkonen liderou a dobradinha da Ferrari na sexta-feira de treinos livres para o GP da China. Porém, o finlandês revelou que teve dificuldades para controlar o carro durante as duas sessões disputadas em Xangai. E só se encontrou em uma única volta: justamente aquela que lhe deu o melhor tempo do dia, um décimo à frente do companheiro Sebastian Vettel.

“Foi um dia complicado. Não sei se foram as condições de pista ou o vento, mas estava escorregando muito e obviamente a sensação não é boa. Quando colocamos os pneus supermacios, a aderência aumenta e isso ajuda.”

Os números comprovam a teoria de Raikkonen. Enquanto as Ferrari e as Mercedes utilizaram os pneus médios e macios, os dois outros compostos disponíveis para esta etapa, os alemães tiveram ampla vantagem, com diferença que variava entre meio e um segundo. Porém, só quando foram feitas as simulações de classificação, com pneu supermacio, o time italiano conseguiu um desempenho superior.

“Por um motivo qualquer estávamos com dificuldades com todos os pneus, a não ser o supermacio. Nosso carro é bom, mas é difícil tirar aderência dos outros compostos.”

Para a classificação e a corrida, Raikkonen prefere não fazer previsões. O finlandês lembrou que pode chover no sábado em Xangai, mas salientou que “é o mesmo para todo mundo.” Quando à melhor estratégia para a corrida, o piloto prefere esperar a análise dos dados da sexta-feira e o terceiro treino livre para determinar se a melhor opção para a Ferrari será utilizar os pneus médios e tentar fazer uma parada a menos ou arriscar com os compostos mais macios.

Fórmula 1