PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

'A McLaren é a única que pode bater a Mercedes', afirma Fernando Alonso

Clive Mason/Getty Images
Imagem: Clive Mason/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

25/03/2016 11h59

Uma das equipes que mais chamou a atenção no GP da Austrália, primeira etapa da temporada de F-1, foi a McLaren. Depois de viver seu pior campeonato em 30 anos em 2015, o time deu um salto que superou até mesmo as expectativas dos pilotos Fernando Alonso e Jenson Button, ainda que eles não tenham conseguido sequer se classificar no top 10, tamanho o prejuízo do ano passado.

Porém, a evolução da equipe e o fato de ser um projeto completamente novo, com a parceria exclusiva com a Honda, faz com que Alonso mantenha sua convicção de que a McLaren é o único time capaz de ameaçar o domínio da Mercedes.

“Este projeto ainda é o vencedor, é aquele que pode acabar com o domínio da Mercedes. Vai levar tempo porque infelizmente não há soluções mágicas na F-1, mas vejo uma boa direção na equipe.”

A esperança de Alonso vem depois de cinco temporadas na Ferrari, nas quais foi por três vezes vice-campeão. “Para mim não muda muito ser segundo ou 15º: contando que você não está vencendo, é muito difícil”, disse Alonso ao Channel 4. “As últimas temporadas não foram muito diferentes para mim. Pelo menos agora estou em um projeto no qual vejo alguns pontos positivos e comprometimento para vencer no futuro, então estou feliz e relaxado.”

O bicampeão, contudo, reconhece que não tem o tempo a seu favor para atingir o objetivo de conquistar um terceiro título com a McLaren. Alonso completa 35 anos em julho.

“Às vezes não temos tempo para esperar que um projeto amadureça e para chegar no resultado. Você fica ansioso, o que é compreensível. Mas acho que este é o carro que poderia bater a Mercedes.”

Fórmula 1