PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Para Kimi Raikkonen, quilometragem da Mercedes não assusta a Ferrari

Josep Lago/AFP Photo
Imagem: Josep Lago/AFP Photo

Do UOL, em São Paulo

25/02/2016 15h21

Depois de liderar o quarto e último dia da primeira bateria de testes da pré-temporada da Fórmula 1, Kimi Raikkonen desdenhou da alta quilometragem obtida pela rival Mercedes no Circuito da Catalunha. Os atuais campeões mundiais somaram 675 voltas no total, 332 a mais do que a Mercedes.

“Por que eu deveria me preocupar?”, questionou o finlandês quando perguntado sobre a diferença. “Nós fazemos as nossas coisas. Obviamente gostaríamos de ter feito mais voltas, porque eu perdi tempo no segundo dia, mas isso faz parte do teste.”

No dia mencionado por Raikkonen, a Ferrari ficou parada nos boxes em todo o período da manhã com um problema no fluxo de combustível. “Estamos ficando prontos para as corridas e, se há alguns problemas ou coisas para experimentar, aqui é o lugar para se fazer isso.”

Por outro lado, o finlandês também afirmou que o fato da Ferrari ter liderado três dos quatro dias de teste - os dois primeiros, com seu companheiro, Sebastian Vettel - não quer dizer que o carro será rápido o bastante para superar a Mercedes, que vem de um bicampeonato mundial.

“Não sei se o carro será bom o bastante. A sensação é boa e obviamente temos muitas outras coisas para testar e acertar. É definitivamente um passo adiante em relação ao que tínhamos ano passado, mas será bom o bastante? Veremos no final deste ano.”

Em 2015, a Ferrari foi a principal rival da Mercedes mas, ainda assim, venceu apenas três corridas, contra 16 dos alemães.

Os testes da Fórmula 1 continuam a partir da próxima terça-feira, dia 1º de março, também no Circuito da Catalunha, na Espanha. A temporada começa com o GP da Austrália, dia 20 de março.

Fórmula 1