PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Ferrari faz 3 a 1 no primeiro teste e McLaren sofre; Nasr é 6º e Massa é 9º

 Mark Thompson/Getty Images
Imagem: Mark Thompson/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

25/02/2016 13h48

Ninguém conseguiu bater o tempo obtido por Kimi Raikkonen, da Ferrari, na parte matutina do quarto e último dia de testes da pré-temporada da Fórmula 1 em Barcelona, na Espanha. A exemplo do que seu companheiro Sebastian Vettel fez nos dois primeiros dias, o finlandês, que usou os pneus ultramacios em sua melhor volta, colocou o time italiano na frente da tabela de tempos.

Apenas na quarta-feira, quando Nico Hulkenberg, da Force India, fez o melhor tempo, a Ferrari ficou de fora da ponta. Porém, quem deu o que falar durante o teste foi a Mercedes, que apenas utilizou os compostos médios nos quatro dias e obteve uma extensa quilometragem, demonstrando que o W07 é bastante confiável e consistente. Nesta quinta-feira, a equipe aproveitou para estrear um novo bico dianteiro, que apresenta um conceito inovador, com pilares de sustentação extremamente estreitos.

No quarto e último dia de testes, quem também ganhou destaque foi a McLaren: o time enfrentou problemas por todo o dia com sensores na pressão de água e Fernando Alonso, que ficara satisfeito com as 115 voltas dadas em sua estreia com o novo carro, na terça-feira, só deu três giros e não chegou a marcar tempo. Trata-se de um duro golpe para a equipe, que busca se recuperar após viver um das piores temporadas da história em 2015, quando foi penúltima.

Brasileiros
A quinta-feira também contou com a presença dos brasileiros: Felipe Massa passou a maior parte do dia na parte final da tabela de tempos, fazendo testes aerodinâmicos em velocidade constante com a Williams e colocando os pneus macios apenas na hora final, enquanto Felipe Nasr, que usa a Sauber de 2015, uma vez que o carro novo só estreará no segundo teste, chegou a colocar os pneus macios e fechou com o sexto tempo.

O segundo colocado do dia foi Daniil Kvyat, da Red Bull, com pneus supermacios. O piloto de testes da Force India, Alfonso Celis, foi o terceiro, com o mesmo composto. Com os macios, Kevin Magnussen, da Renault, foi o quarto e Max Verstappen, da Toro Rosso, usou os médios para ser o quinto.
Dividindo os afazeres com Lewis Hamilton nesta quinta-feira e fazendo a Mercedes superar as 180 voltas no dia, Nico Rosberg foi o se´timo, à frente do inglês, que pilotou pela manhã. Felipe Massa foi o nono, Esteban Gutierrez, da Haas, o décimo, e Rio Haryanto, da Manor, o 11º, deixando Alonso com a lanterna.

A Fórmula 1 voltará ao Circuito da Catalunha para o segundo e último teste, entre 1º e 4 de março. A temporada começa dia 20 de março, com o GP da Austrália.

Confira os tempos (25.02 - final)
1. Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari-Ferrari) 1m 23.477s 
2. Daniil Kvyat (RUS/Red Bull-TAG-Heuer) 1m 24.293s
3. Alfonso Celis (MEX/Force India-Mercedes) 1m24.840
4. Kevin Magnussen (DIN/Renault-Renault) 1m 25.263s
5. Max Verstappen (HOL/Toro Rosso-Ferrari) 1m 26.393s
6. Felipe Nasr (BRA/Sauber-Ferrari) 1m 26.053s (carro de 2015)
7. Nico Rosberg (ALE/Mercedes-Mercedes) 1m 26.187s
8. Lewis Hamilton (GBR/Mercedes-Mercedes) 1m 26.295s
9. Felipe Massa (BRA/Williams-Mercedes) 1m 26.483s
10. Esteban Gutierrez (MEX/Haas-Ferrari) 1m 27.802s
11. Rio Haryanto (IDN/MRT-Mercedes) 1m 28.266s
12. Fernando Alonso (ESP/McLaren-Honda) Sem tempo 

Fórmula 1