PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Honda diz que rumores de ganho de 223cv no motor não passam de especulação

Luca Bruno/AP
Imagem: Luca Bruno/AP

Do UOL, em São Paulo

25/01/2016 10h29

A Honda negou que tenha conseguido melhorar seu motor em 223 cavalos para a temporada de 2016 da Fórmula 1. A notícia foi veiculada neste final de semana pelo diário espanhol ‘As’. Após sofrerem ano passado no retorno à categoria, os japoneses acreditam que terão avanços significativos na temporada que começa dia 20 de março, mas preferem não revelar números.

“Notícias recentes sugeriram um grande aumento da cavalagem para a McLaren-Honda em 2016”, respondeu a montadora em comunicado. “Estas notícias são infundadas e meramente especulativas, e pedimos aos fãs e à mídia as tratem desta maneira.”

Segundo a reportagem do “As”, “para resolver o problema [do motor do ano passado], eles aumentaram o turbo ao sacrificarem outras peças da unidade de potência que têm impacto mínimo e realocaram o sistema de arrefecimento do ERS.”

Um ganho de mais de 200cv significaria uma melhora na ordem de 25% do motor, e deixaria a Honda no mesmo nível dos melhores da Fórmula 1 hoje, Mercedes e Ferrari.

Em 2015, um dos maiores problemas dos japoneses foi a dimensão de algumas partes do motor, como o turbo, que acaba não gerando energia suficiente para alimentar o MGU-H, dispositivo que capta energia calorífica e a transforma em mais potência para o motor. Com isso, os pilotos da McLaren chegavam a ser mais de 20km/h mais lentos que os rivais nas retas.

A McLaren fechou uma de suas piores temporadas da história na penúltima colocação, à frente apenas da nanica Manor.

Fórmula 1