Topo

Fórmula 1


Fórmula 1

Desenhista de capacetes de Ayrton Senna morre de câncer em São Paulo

Capacete especial para comemorar o ano em que Ayrton Senna faria 50 anos de idade - Instituto Ayrton Senna/Divulgação
Capacete especial para comemorar o ano em que Ayrton Senna faria 50 anos de idade Imagem: Instituto Ayrton Senna/Divulgação

Do UOL Esporte

Em São Paulo

20/07/2011 11h14

Responsável pelas pinturas nos capacetes de Ayrton Senna e outros pilotos como Rubens Barrichello e Felipe Massa, o desenhista Cloacyr Sidney Mosca, o Sid Mosca, morreu na madrugada desta quarta-feira aos 74 anos após travar uma batalha contra um câncer na bexiga nos últimos anos.

Sid Mosca havia sido internado no último sábado no hospital Albert Einstein após complicações durante o tratamento e acabou não resistindo, tendo sua morte confirmada na manhã desta quarta-feira.

Veja capacetes desenhados por Sid Mosca
Veja Álbum de fotos

De acordo com funcionários da empresa Sid Special Paint, a maioria dos pilotos que trabalharam com capacetes desenhados por ele foram informados, casos de Tony Kanaan e Rubens Barrichello.

Além de ter desenhado o modelo que ficou marcado por ser usado pelo tricampeão mundial Ayrton Senna, Sid Mosca também foi responsável pelos desenhos nos modelos utilizados por André Ribeiro, Bruno Senna, Christian Fittipaldi, Emerson Fittipaldi, Felipe Massa, Keke Rosberg, Nelson Piquet, Pedro Paulo Diniz, Raul Boesel, Rubens Barrichello e Tony Kanaan, entre outros.

Sid Mosca também fez a pintura de carros da Fórmula 1, como a Brabham, a Jordan e a Lotus, que lhe rendeu um certificado de apreciação de Colin Chapman, uma das mais importantes personalidades da história da categoria. O desenhista também elaborou o capacete dos 50 anos da F-1 em 1999.

O corpo do desenhista será enterrado nesta quarta-feira a partir de 12h no cemitério de Congonhas, na zona sul de São Paulo.

Alguns pilotos de diversas categorias do automobilismo brasileiro deixaram mensagens pelo Twitter lamentando a morte de Sid Mosca na manhã desta quarta-feira.

“É com grande pesar que recebi a noticia da morte do grande Sid Mosca. Foi ele quem pintou meu primeiro capacete. Alan Mosca continuará com o grande trabalho do seu pai”, lamentou Rubens Barrichello.

“Hoje o automobilismo amanheceu mais triste. Perdemos um artista e um amigo. Sid Mosca. Há 26 anos você sempre fez meus capacetes brilharem. Saudade”, postou Tony Kanaan.

“Vai com Deus Sid Mosca!”, escreveu Enrique Bernoldi, que correu na Fórmula 1 pela equipe Arrows.

“O céu ganhou, hoje, uma grande estrela: O homem que deu vida e personalidade ao capacete dos maiores campeões do mundo. RIP Sid Mosca”, escreveu a piloto Bia Figueiredo.

“Meu Deus, estou chocado com a notícia do falecimento do gênio Sid Mosca. Que Deus o abençoe e proteja. Obrigado por tudo, querido amigo!”, lamentou Hélio Castroneves, piloto da F-Indy.

“O dia começa com uma noticia triste. Sid Mosca, o mestre das pinturas de capacetes, faleceu nessa madrugada, que Deus o tenha. Sid deixou a marca de amor pelo seu trabalho e o carinho por nos pilotos. E isso será lembrado para sempre por todos nos!”, afirmou Luciano Burti, que correu na F-1 e atualmente pilota na Stock Car.