PUBLICIDADE
Topo

Santos

O Santos se precipita ao lançar jovens no time profissional?

Ângelo, Kaiky e Gabriel Pirani na vitória do Santos em cima do Deportivo Lara (VEN) pela Pré-Libertadores, em 9 de março de 2021 - Ivan Storti/Santos FC
Ângelo, Kaiky e Gabriel Pirani na vitória do Santos em cima do Deportivo Lara (VEN) pela Pré-Libertadores, em 9 de março de 2021 Imagem: Ivan Storti/Santos FC

09/04/2021 13h46

Após gol de Ângelo na partida contra o San Lorenzo, na última terça-feira (6), o Santos completou o top 3 dos brasileiros mais jovens a marcar em Libertadores.

Com 16 anos, três meses e dez dias, Ângelo superou o zagueiro Kaiky, que ocupou o posto por um mês ao marcar contra o Deportivo Lara-VEN, aos 17 anos, um mês e 25 dias. Anteriormente, o recorde era de Rodrygo (hoje no Real Madrid) que, em 2018, marcou com 17 anos, dois meses e seis dias.

Em 10 de março, o jornalista da ESPN Brasil Fabio Sormani, no BB Debate, criticou essa tradição santista ao dizer que os jovens jogadores podem estar queimando etapas.

"Muito moleque que, de repente, poderia se tornar um grande jogador, pode ser queimado agora. Vocês acham que tem cabimento lançar um menino com 16 anos? É legal, mas será que ele está preparado, do ponto de vista físico, técnico e psicológico?"

O Peixe tem se precipitado ao lançar garotos para competir na equipe profissional?

Enquete encerrada

Total de 50 votos
96,00%
4,00%
Total de 50 votos

Valide seu voto

Santos