PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Com ultrapassagem no final, queniano vence São Silvestre e crava recorde

Do UOL, em São Paulo

31/12/2019 09h06Atualizada em 31/12/2019 09h42

Com uma arrancada inesperada nos metros finais, o queniano Kibiwott Kandie venceu a prova masculina da 95ª Corrida Internacional de São Silvestre. Ele ainda quebrou o recorde de prova mais rápida com o tempo de 42min59seg.

O recorde anterior era de 43min12seg e pertencia ao também queniano Paul Tergat, maior vencedor da São Silvestre com cinco vitórias.

Kandie contou com a inexperiência do ugandense Jacob Kiplimo, 19 anos, que liderava a corrida, mas não percebeu a aproximação do adversário. O terceiro lugar ficou com Titus Ekiru, do Quênia.

"Fui vendo a linha de chegada se aproximando e não desisti em nenhum momento. Desde o começo acreditei que poderia vencer", disse Kandie após a corrida.

A reviravolta na prova masculina foi o oposto da feminina, que teve vitória tranquila da queniana Brigid Kosgei.

Esporte