UOL Esporte - Copa 2006UOL Esporte - Copa 2006
UOL BUSCA

05/07/2006 - 18h46

É um sonho de criança, diz Thuram, 34, eleito melhor em campo

Das agências internacionais
Em Munique (Alemanha)

AFP

Thuram disputa bola com Pauleta nas semifinais da Copa em Munique

O zagueiro francês Lilian Thuram foi eleito pelo grupo de estudos técnicos da Fifa o melhor jogador em campo na semifinal contra Portugal em que sua equipe venceu por 1 a 0, com gol de pênalti de Zidane. Sem conter a emoção, afirmou que "é um sonho de criança" chegar a outra final.

"Tenho 34 anos e me sinto como um garoto de 10 anos que assiste à Copa do Mundo e a acha linda", descreveu. "A final era um objetivo desde o começo. Chegar lá é um sonho. Ficar de fora teria sido um pesadelo", disse.

"É verdade que vai ser a segunda final para mim, é algo bastante inimaginável. Para mim continua sendo um sonho de criança, é algo muito louco", afirmou. "O técnico tinha me convocado à minha revelia, e hoje estou na final. O futebol é algo extraordinário e muito lindo", opinou, lembrando que tinha se aposentado da seleção e voltou a defender os "Bleus" apenas pouco antes da Copa.

O zagueiro, que jogou como lateral-direito na final da Copa do Mundo de 1998, quando a França se sagrou campeã contra o Brasil, ficou com medo de perder o jogo decisivo ante a Itália. Pendurado com um cartão amarelo, se levasse o segundo estaria suspenso da decisão.

"Na segunda falta, tive medo que o árbitro me mostrasse um cartão", reconheceu, antes de elogiar sua seleção. "Não afrouxamos em momento nenhum. temos uma equipe fantástica, extraordinária!", exclamou.

Para ser escolhido o melhor em campo, Thuram se destacou na partida com uma impecável atuação defensiva. Segundo o Datafolha, efetuou 28 desarmes - mais de 20% do total realizado pela seleção francesa.

SELEÇÕES