PUBLICIDADE
Topo

Vitor Guedes

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Timão supera erros de VP para afundar lanterna e assumir a ponta

Jogadores do Corinthians comemorando gol sobre o Fortaleza no Brasileirão - Ettore Chiereguini/AGIF
Jogadores do Corinthians comemorando gol sobre o Fortaleza no Brasileirão Imagem: Ettore Chiereguini/AGIF
Vitor Guedes

Vitor Guedes é jornalista e professor universitário pós-graduado em Português, Língua e Literatura pela UMESP, autor do livro "Paixão Corinthiana", com passagens por Jovem Pan, Lance!, Site do Corinthians, BandNews FM, Agora São Paulo, FAPSP e UNG. Com Copas do Mundo, Mundial Libertadores, Brasileiros e dezenas de Paulistas no currículo, Vitor Guedes é 1977, pai do Basílio, ZL e, atualmente, é colunista do UOL Esporte e comentarista do Baita Amigos no Bandsports

Colunista do UOL

01/05/2022 17h56Atualizada em 01/05/2022 18h00

Corinthians 1 x 0 Fortaleza, com sofrimento e gol contra! A liderança provisória do interminável Campeonato Brasileiro de pontozzz corridozzz é importante e merece ser festejada pela Fiel torcida.

Agora ainda muito mais importante é Vítor Pereira, que foi muito mal na escalação e repetiu os mesmos erros de outras jornadas, tenha, enfim, aprendido com as bobagens reiteradas....

Como sempre é melhor aprender vencendo (e ainda mais liderando), VP tem de entender, de uma vez por todas, que Maycon não é 5 e o time só encontrou o seu equilíbrio tático com a dupla Du Queiroz e Maycon.

Outro aprendizado que já era para ter sido adquirido é que não dá para Renato Augusto e Paulinho atuarem juntos, especialmente desde o início e sem a proteção de uma dupla de volantes.

A verdade é que Vítor Pereira teve muito mais sorte que juízo!

Sem Fagner, Raul, Fábio Santos, Du Queiroz e Jô, que, certamente, serão titulares contra o Deportivo Cali, poupados, o português, de volta ao banco de reservas após testar negativo para covid, escalou Maycon, Renato Augusto e Paulinho no meio-campo.

A formação comprovadamente ineficiente foi um presente para o Fortaleza. E, mesmo sem a posse de bola e com três volante, o Tricolor do Pici enfileirou uma chance atrás da outra. Só da entrada da área, onde ninguém do Corinthians marcava, teve quatro finalizações perigosíssimas. O Corinthians só melhorou um pouco quando, aos 27 minutos, Paulinho sentiu uma lesão e VP foi obrigado a corrigir a esdrúxula escalação colocando Du Queiroz.

Mesmo assim, com Fagner e Fábio Santos, poupados, e com os fracos Rafael Ramos e Piton nas laterais, o Fortaleza continuou mais perigoso. E chutou 11 vezes até o arremate solitário, de falta, de Róger Guedes, já no final.

VP manteve os fracos laterais, mas voltou com o zagueiro Raul no lugar do meia Renato Augusto, inverteu Róger Guedes e Willian de lado e mudou o esquema para um 3-4-3.

É óbvio que Willian, que é mais jogador do que Róger Guedes, tem que jogar na sua e não o contrário. Não fez nem nunca fez o menor sentido prejudicar o maior talento para encaixar outro jogador. E, com as bobagens iniciais minimizadas, o Corinthians voltou melhor e, em um gol contra bizarro de Jussa, saiu na frente. E, além do placar, assumiu o controle do jogo.

O 1 a 0 se manteve até o fim. O Timão é o líder com 9 pontos, o Fortaleza é o lanterna com 0.

É QUARTA-FEIRA!

Como conseguiu a façanha de perder para o Always Ready, na Bolívia, o Corinthians vai ter que arrancar (pelo menos) pontinho fora. Seja hoje, em Cali, seja na próxima rodada, na Bombonera, para fechar a fase de grupos contra o Always Ready dependendo apenas do seu resultado para avançar aos mata-matas da Libertadores..

Muito mais análises, notas e comentários sobre Corinthians x Fortaleza você confere na live pós-jogo comandada por Ricardo Perrone e eu no UOL Esporte.

E, nesta segunda, 14h, Danilo Lavieri e eu passamos a limpo a rodada também no canal do UOL Esporte.

Eu sou o Vitor Guedes e tenho um nome a zelar. E zelar, claro, vem de ZL! É nóis no UOL!

Veja:

E me siga no Twitter e no Instagram