PUBLICIDADE
Topo

Tales Torraga

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

6 histórias desconhecidas de Miguel Merentiel, novo atacante do Palmeiras

O Palmeiras anunciou a contratação do atacante Miguel Merentiel - Cesar Greco/Palmeiras
O Palmeiras anunciou a contratação do atacante Miguel Merentiel Imagem: Cesar Greco/Palmeiras
Tales Torraga

Jornalista e escritor, Tales Torraga nasceu em Mogi das Cruzes (SP), mas é, segundo os colegas, "mais argentino que os próprios argentinos". Morou em Buenos Aires e Montevidéu, girou pela imprensa brasileira e portenha e escreveu 15 livros ? o último deles, Copa Loca, é sobre a...Argentina nos Mundiais.

Colunista do UOL

19/05/2022 04h00

O Palmeiras anunciou nesta quarta-feira (18) a contratação do atacante uruguaio Miguel Merentiel, 26, que estava no Defensa y Justicia, da Argentina. Ele assinou contrato até 30 de junho de 2026.

Revelado pelo Peñarol (URU), Merentiel passou também pelo Godoy Cruz, da Argentina, pelos espanhóis Lorca e Mestalla (o time B do Valencia), e pelo pequeno Tanque Sisley, de seu país.

O atacante vinha deixando boa impressão pelo Defensa y Justicia, sendo alvo até de Marcelo Gallardo no River Plate. A coluna traz agora seis histórias de Merentiel nestes seus últimos meses de Argentina:

Mistura de Lewa e Haaland

O atacante Agustín Fontana, que dividiu elenco no Defensa y Justicia com o palmeirense, brincou em entrevista ao canal de TV TyC Sports: "Vim aqui para o Defensa e encontrei Merentiel, que é a mistura de Lewandowski com Haaland. Foi isso que eu disse a Lucas [Albertengo, jogador]. Com ele não dá. Merentiel anda intratável, a própria besta", falou, rindo, depois de uma vitória sobre o Racing.

Quase 1 gol por jogo

Era março. Mesmo começando boa parte dos jogos como reserva, Merentiel era o artilheiro do Campeonato Argentino (versão Copa da Liga Profissional), empatado com Leandro Díaz, Mauro Boselli e Giuliano Galoppo, todos com quatro gols. Mais chamativa ainda era a sua média de gols: 13 em uma sequência de 17 jogos, impressionantes 0,76 por partida.

Besta Monumental

O "Sou uma Besta" que Merentiel gritou e virou seu apelido ("La Bestia") não foi em um jogo qualquer — e sim contra o River de Gallardo, no Monumental de Núñez. Foi na vitória por 3 a 2 do Defensa ante o River, que comemorava, em sua casa superlotada, o título antecipado do Campeonato Argentino de então.

Foi daí que Merentiel conquistou, na Argentina, a pecha de ser um jogador oportunista principalmente diante dos poderosos do país. Foi com seus gols que o Defensa terminou a competição com o vice, um feito e tanto para um time pequeno na Argentina. Costumou-se falar no país que tanto ele quanto o técnico Sebastián Beccacece já estavam prontos para clubes maiores.

mere - Reprodução TV - Reprodução TV
Merentiel chora ao marcar gol pelo Defensa y Justicia
Imagem: Reprodução TV

Choro

Outro jogo em que Merentiel deixou o seu contra um grande da Argentina foi contra o San Lorenzo pela Copa Argentina. Ele começou o jogo no banco e marcou o segundo na vitória por 2 a 0. Balançou as redes e caiu no choro, em imagem que rodou o país. De acordo com o que revelou depois, era pelo alívio que significava acabar com uma seca de dois meses. A imagem do uruguaio em pranto ficou no imaginário do torcedor que pedia um "atacante de raça, que chorasse quando não fizesse gols".

Lugar no mundo

Em entrevista ao jornal argentino "Olé" em março, Merentiel explicava sua fase goleadora e dizia o que o deixava cômodo no Defensa: "Com os laterais, e Pizzini, Rotondi e Bou [companheiros no ataque], fazemos um trabalho constante para chegar todos à área. Tentamos todo o tempo sair jogando e encontrar o terceiro homem. Vamos nos movendo para criar espaços. Não olhamos quem faz o gol, jogamos em equipe, sem egoísmo. Foi com esta turma e desta maneira que encontrei meu lugar no mundo".

Amigo de Gallardo

Alvo do River Plate para o lugar de Julián Álvarez (que já foi negociado com o Manchester City), Merentiel revelou que ficou amigo de Marcelo Gallardo. Ele se aproximou de Nahuel, filho do treinador, com quem conviveu no Defensa. "Me dou bem com eles, cheguei a comer um churrasco em casa com todos. E ainda precisei tomar uma ducha por lá depois de ganhar dos filhos de Marcelo no fute-tênis."

Veja mais sobre o tema e notícias do esporte em UOL News Esporte: