PUBLICIDADE
Topo

Tales Torraga

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Como é o mural de Maradona doado por Nacho Fernández ao Gimnasia y Esgrima

Mural em homenagem a Maradona que será inaugurado nesta quarta (15) pelo Gimnasia - Divulgação Gimnasia
Mural em homenagem a Maradona que será inaugurado nesta quarta (15) pelo Gimnasia Imagem: Divulgação Gimnasia
Conteúdo exclusivo para assinantes
Tales Torraga

Jornalista e escritor, Tales Torraga nasceu em Mogi das Cruzes (SP), mas é, segundo os colegas, "mais argentino que os próprios argentinos". Morou em Buenos Aires e Montevidéu, girou pela imprensa brasileira e portenha e escreveu 15 livros ? o último deles, Copa Loca, é sobre a...Argentina nos Mundiais.

Colunista do UOL

15/09/2021 12h00

Diego Armando Maradona foi técnico do Gimnasia y Esgrima de La Plata por pouco mais de um ano, mas para os torcedores da equipe ele "chegou para nunca mais sair". A morte do astro há quase dez meses iniciou homenagens praticamente diárias na Argentina. E uma delas, nesta quarta (15), terá a participação direta de Nacho Fernández, meia de 31 anos hoje no Atlético-MG.

Revelado pela equipe de La Plata aos 20 anos, Nacho tirou dinheiro do próprio bolso para bancar os custos de um mural em homenagem a Maradona. A arte ficará em ponto estratégico do Estádio Juan Carmelo Zerillo: as bilheterias onde o público retira suas entradas, para que ninguém deixe de notá-lo.

Nacho foi acionado por torcedores e sócios do "Lobo", apelido do Gimnasia na Argentina. Tais iniciativas são extremamente organizadas e ativas no país por meio das "agrupações". Uma delas, a "Armando Gimnasia", foi criada justamente depois da morte de Diego para eternizar sua imagem como técnico do clube, função que desempenhava no momento da sua morte.

nac - Divulgação Gimnasia - Divulgação Gimnasia
Nacho Fernández com a camisa do Gimnasia em 2011, há exatos dez anos
Imagem: Divulgação Gimnasia

O mural de Maradona servirá de pretexto também para revitalizar esta parte do estádio, que estava sem manutenção fazia mais de dez anos. O mosaico que reproduz sua imagem com a roupa de treino do clube mede 1,50 x 1,60 metro, e foi pintada pelo grupo artístico "Comando Maradona".

O custo da obra não teve valor revelado, apenas os nomes dos doadores que contribuíram para a homenagem. Além de Nacho Fernández, outro a destinar verba para o mural foi o já aposentado Chirola Romero (meia criado no Gimnasia e com passagens por Racing, França e Espanha).

A inauguração do moral de Diego terá uma solenidade às 17h (de Brasília) com a presença das agrupações, sócios, torcedores e uma série de apresentações musicais de canções que levam Maradona em suas letras.

"Pés de camurça"

Como 99% dos jogadores argentinos da sua geração, Nacho tem Maradona como ídolo. No ano passado, quando jogava pelo River Plate, foi citado pelo astro como o maior nome em atividade no futebol do país: "Parece que tem camurça no pé", elogiou Diego, sobre o toque refinado do hoje atleticano.

Nacho conheceu Maradona pessoalmente dias depois da célebre declaração: "Ele foi muito amável, beijava e abraçava todo mundo. Conversamos, agradeci os elogios que ele fez, me tremia as pernas". O encontro aconteceu no CT do River em Ezeiza, perto do aeroporto internacional.