PUBLICIDADE
Topo

Tales Torraga

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

19 anos e mais caro que Borré: a joia do Vélez que pode complicar o Fla

Thiago Almada, meia do Vélez Sarsfield - Divulgação Vélez
Thiago Almada, meia do Vélez Sarsfield Imagem: Divulgação Vélez
Tales Torraga

Jornalista e escritor, Tales Torraga nasceu em Mogi das Cruzes (SP), mas é, segundo os colegas, "mais argentino que os próprios argentinos". Morou em Buenos Aires e Montevidéu, girou pela imprensa brasileira e portenha e escreveu 15 livros ? o último deles, Copa Loca, é sobre a...Argentina nos Mundiais.

Colunista do UOL

10/04/2021 04h00Atualizada em 10/04/2021 09h13

Para muitos argentinos, o meia Thiago Almada, de 19 anos, é a grande revelação do país nos últimos tempos. Técnico, rápido e criativo, ele estreou nos profissionais do Vélez Sarsfield em julho de 2018 e já atraiu o interesse de Barcelona e Manchester City, que acionou seu ex-jogador Carlitos Tevez para ajudar na contratação da joia de apenas 1,71 metro.

Almada de fato vale uma fortuna. Segundo o site especializado em cifras de futebol Transfermarkt, seu valor de mercado é de 20 milhões de euros. O argentino é o segundo jogador mais caro da Libertadores, só atrás de Gabriel Verón, do Palmeiras (25 milhões de euros), e à frente do colombiano Rafa Borré, do River Plate, avaliado em 15 milhões de euros pela página.

A saída de Almada do Vélez é uma questão de tempo pelas cifras e pelo talento acima da média, e bons jogos contra o Flamengo seriam decisivos para uma transferência rentável. Seu contrato termina em junho de 2023.

Instável, o Vélez lidera seu grupo na Copa da Liga Argentina, mas levou 7 a 1 do Boca há um mês. Na Copa Argentina, foi eliminado ainda na segunda fase pelo Talleres na quarta-feira passada. O que não varia é o bom nível de Almada. Ele disputou seis partidas na Copa da Liga, com dois gols e uma assistência.

Além da atenção redobrada com Almada, o Vélez leva a campo dois jogadores com passagens pelo Brasil: Centurión, ex-São Paulo, e Mancuello, ex-Flamengo e Cruzeiro.

A disparidade do meia para os colegas de Vélez se vê também na sua cotização. Ele sozinho equivale a praticamente 30% do elenco - 20 milhões de euros de um total de 67,28 milhões. De acordo com o Transfermarkt, o Flamengo vale 128,75 milhões de euros, quase o dobro do time argentino.

Vélez e Flamengo estão no Grupo G da Libertadores, com LDU (Equador) e Unión La Calera (Chile). O confronto entre argentinos e brasileiro está previsto para 21 de abril, em Buenos Aires, sendo a estreia de ambos na competição, e em 26 de maio, com mando do Rubro-Negro, na rodada final da chave.