PUBLICIDADE
Topo

Tales Torraga

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

D'Alessandro lança biografia e rechaça fama de briguento: "Não sou assim"

Capa da biografia oficial de Andrés D"Alessandro - Reprodução Editoria Aguilar
Capa da biografia oficial de Andrés D'Alessandro Imagem: Reprodução Editoria Aguilar
Tales Torraga

Jornalista e escritor, Tales Torraga nasceu em Mogi das Cruzes (SP), mas é, segundo os colegas, "mais argentino que os próprios argentinos". Morou em Buenos Aires e Montevidéu, girou pela imprensa brasileira e portenha e escreveu 15 livros ? o último deles, Copa Loca, é sobre a...Argentina nos Mundiais.

Colunista do UOL

02/03/2021 12h00

A biografia oficial de Andrés D'Alessandro começou a ser vendida ontem (1º) nas sempre imperdíveis livrarias de Buenos Aires. Escrito pelo jornalista Diego Borinsky, o livro do ídolo colorado tem como título o seu apelido, Cabezón ("Cabeção"). Leva 336 páginas em espanhol e pode ser comprada com a editora Aguilar neste link. Custa 1.799 pesos (cerca de R$ 113).

A obra terá sua versão em português à venda no Brasil ainda neste mês, de acordo com o autor, e percorre a inusitada vida de D'Alessandro no futebol. Um dos trechos de maior interesse é sua chegada ao Inter e a surpresa geral com seu sucesso no clube. Dois técnicos consultados para o livro são Dunga e Marcelo Bielsa - opostos em campo, mas que nutrem a admiração pelo meia argentino, "sempre comprometido com o escudo", nas palavras do Loco.

No material de divulgação, pode-se ler a tentativa de D'Alessandro de desfazer sua fama de briguento. "Muitos acham que vou discutindo com todo mundo nas ruas. Não sou assim, talvez se deixem levar pela imagem dos gramados, a mesma que me fez construir esta carreira que me dá tanto orgulho."

A exigência do pai, a ausência em Copas do Mundo, a sinuosa passagem pelo futebol europeu e o desafio final no Nacional do Uruguai são outros temas do livro que registra cerca de 50 horas de depoimentos do jogador. O texto final é da mais alta qualidade.

O autor é o mesmo das excelentes biografias de Matías Almeyda e Marcelo Gallardo - o sucesso da obra do hoje técnico do River Plate foi tamanho que até gerou um segundo volume, somando quase 1.100 páginas obrigatórias para os fãs de futebol e das letras. Ótimos com a bola nos pés, os argentinos são ainda melhores escrevendo sobre o assunto.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL