Topo

Fim de Maradona foi marcado por tentativa de reatar namoro

Tales Torraga

Colunista do UOL

27/11/2020 06h27

A parada cardiorrespiratória que matou Diego Armando Maradona, quem diria, teve em seu contexto um coração partido, segundo o olhar (quase) sempre dramático e passional dos argentinos.

Rocío Oliva e Diego Maradona (Foto: Reprodução/Internet) Imagem: Reprodução / Internet

A coluna apurou que os dias finais do ex-craque tiveram muitas coisas diferentes entre si (mudança de casa, operação no cérebro, tratamento, clínicas, hospital) e uma em comum: a repetida tentativa de reatar o seu namoro com Rocío Oliva, de 30 anos (metade da sua idade).

Foi por isso, também, que Rocío acabou rejeitada pela ex-esposa de Maradona, Claudia Villafañe, e suas filhas mais velhas, Dalma e Giannina, que barraram sua presença no velório e no enterro do Diez na quinta-feira.

A Telefe, canal da TV argentina, informou que Maradona implorou para Rocío encontrá-lo em seu aniversário de 60 anos, e a ex-namorada se manteve firme em seu distanciamento, o que a coluna pôde confirmar. "Diego precisava vê-la, e ela não foi. Desde então, jamais foi o mesmo. Ele a amava", falou Yanina Latorre, esposa do ex-jogador Diego Latorre, uma das apresentadoras do canal.

A família ficou irritada com Rocío também por ela ter passado a noite de anteontem (25) em um programa de TV, em vez de estar com a ex-esposa e com as filhas na definição dos trâmites da despedida de Maradona.

Se Diego insistiu para retomar a relação dos dois, vale reforçar que foi também uma insistência de Rocío que originou o desgaste da família em sua negativa a ela. A ex-namorada de Maradona havia sido informada de que seu nome não estava na lista de pessoas autorizadas para o velório, e mesmo assim ela se encaminhou ao lugar.

Maradona e Rocío começaram a namorar em 2014. Ex-integrante da principal torcida organizada do River Plate, ela jogou futebol pelo clube de Buenos Aires e nos últimos anos vinha trabalhando como comentarista esportiva em transmissões de rádio e TV. A relação dos dois terminou no final de 2019, segundo Rocío, pelo desgaste com a intensidade sempre excessiva de Maradona.

"Ele nunca tinha uma pausa, uma tranquilidade, era sempre tudo ou nada 24 horas por dia", falou Rocío em entrevista à ESPN. Essa tentativa de levar uma vida mais equilibrada, sem as confusões 'maradonianas', foi sua razão para rejeitar os convites finais do Diez.

Vale lembrar: Rocío escancarou os problemas de Diego com a bebida antes da sua última internação, e ela, em 2014, foi filmada sendo agredida pelo ex-craque.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Fim de Maradona foi marcado por tentativa de reatar namoro - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL