PUBLICIDADE
Topo

Surfe 360°

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Gabriel Medina 'escapa' dos brasileiros na estreia do retorno ao mundial

Gabriel Medina comemora terceiro título mundial de surfe no ano passado  - Divulgação/WSL
Gabriel Medina comemora terceiro título mundial de surfe no ano passado Imagem: Divulgação/WSL
Thiago Blum

É jornalista esportivo desde 1992, mas acompanha o surfe há quatro décadas. Trabalhou por 19 anos na ESPN e atualmente é editor de esportes do Jornal da Band. Cobriu cinco Copas do Mundo e cinco edições dos Jogos Olímpicos.

Colunista do UOL

21/05/2022 15h05

Falta menos de uma semana para Gabriel Medina reestrear no circuito mundial.

Ele já sabe quem vai enfrentar no retorno à World Surf League.

A WSL já divulgou as baterias da 1ª fase do 'Quiksilver Pro G-Land', 6ª etapa do calendário, que rola em G-Land.

E o tricampeão mundial não terá adversários brasileiros, entre eles os candidatos ao título Filipe Toledo (líder do ranking) e Italo Ferreira, maior rival de Medina nos últimos anos.

Mesmo assim, o cara da lycra de número 10 não terá moleza.

gabriel - Bobby's Camp - Bobby's Camp
Gabriel Medina entocado em G-Land durante viagem em 2016
Imagem: Bobby's Camp

O evento da Indonésia será o primeiro após o corte dos 22 melhores da atual temporada, e por causa do número reduzido de atletas, com formato um pouco diferente do habitual.

O round 1 terá 8 baterias de 3 surfistas. O campeão de cada uma delas avança direto para as oitavas de final.

Os outros terão que passar pela repescagem para seguir na competição.

Gabriel começa a campanha contra o australiano Callum Robson e o havaiano Seth Moniz. Ambos chegaram em finais na metade inicial do tour.

Em 16º na classificação, Seth foi vice em Pipeline, campeonato vencido por Kely Slater.

Em 8º no geral, Callum fez uma grande perna australiana. Em Bells Beach, só perdeu na final para Filipe Toledo. E foi campeão em Snapper Rocks na Gold Coast, na abertura do Challenger Series, circuito da divisão de acesso da WSL.

g-land - divulgação - divulgação
Esquerda perfeita corre na bancada de G-Land, na Indonesia
Imagem: divulgação

Além de Medina, Filipe e Italo, mais 4 brazucas vão competir em G-Land.

Confira os duelos, com direito a encontro dos irmãos Pupo:

heat 1: Ethan Ewing (AUS) x Jordy Smith (AFS) x Jake Marshall (EUA)

heat 2: Jack Robinson (AUS) x Kelly Slater (EUA) x Jadson André

heat 3: John John Florence (HAV) x Kolohe Andino (EUA) x Jackson Baker (AUS)

heat 4: Filipe Toledo x Nat Young (EUA) x Rio Waida (IND)

heat 5: Matthew McGillivray (AFS) x Italo Ferreira x Caio Ibelli

heat 6: Kanoa Igarashi (JPN) x Griffin Colapinto (EUA) x Connor O'Leary (AUS)

heat 7: Barron Mamiya (HAV) x Miguel Pupo x Samuel Pupo

heat 8: Gabriel Medina x Callum Robson (AUS) x Seth Moniz (HAV)

g-land - divulgação - divulgação
Vista aérea de G-Land, Indonésia
Imagem: divulgação

Na chave feminina, Tatiana Weston-Webb - única brasileria na divisão principal - estreia contra a australiana Tyler Wright e a americana Lakey Peterson.

As etapas masculina e feminina em G-Land começam no dia 28, e a janela do evento termina dia 6/6.

por @thiago_blum / @surf360_