PUBLICIDADE
Topo

Surfe 360°

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Mundial de Longboard de volta: 3 perguntas para a craque Chloé Calmon

Chloé Calmon mantém preparação para as etapas finais do Mundial de Longboard - divulgação
Chloé Calmon mantém preparação para as etapas finais do Mundial de Longboard Imagem: divulgação
Conteúdo exclusivo para assinantes
Thiago Blum

É jornalista esportivo desde 1992, mas acompanha o surfe há quatro décadas. Trabalhou por 19 anos na ESPN e atualmente é editor de esportes do Jornal da Band. Cobriu cinco Copas do Mundo e cinco edições dos Jogos Olímpicos.

Colunista do UOL

21/09/2021 13h08

Depois de quase 18 meses sem competições, a World Surf League vai retomar o Circuito Mundial de Longboard.

A etapa realizada em fevereiro de 2020, em Noosa Heads, na Austrália, vai contar pontos para o ranking.

E o retorno está marcado para a semana que vem, com duas etapas que vão definir os campeões masculino e feminino.

A trupe dos pranchões vai passar por dois cenários clássicos. Primeiro, tem estreia na famosa piscina do 'Surf Ranch', em Lemoore.

Em seguidas, o tour se desloca para a lendária Praia de Malibu, tradicional palco de filmes americanos e que tem uma das ondas mais icônicas do mundo. .

Entre as mulheres, a única representante do Brasil é Chloé Calmon, atual vice-campeã.

Direto do México, onde encerra a preparação para aos eventos, Chloé falou com exclusividade para o Surfe 360.

Chloé Calmon - divulgação - divulgação
Chloé Calmon, vice-campeã mundial de Longboard
Imagem: divulgação

Como se sente podendo competir depois de tanto tempo, ainda mais em etapas do circuito mundial?

Muito feliz em voltar a fazer o que mais amo, muito animada com o retorno das etapas da WSL. Foi um ano bem difícil pra todo mundo, mas aprendi muita coisa, principalmente surfar por diversão e redescobrir o prazer. Então, estou bem animada pra colocar esses novos ensinamentos em prática, e mal posso esperar pra colocar a lycra e poder representar o Brasil.

O que espera da etapa da piscina? Já surfou no 'Surf Ranch' ou em alguma outra onda de água doce do mesmo estilo? Tem muitas diferenças e vai precisar de uma adaptação?

Nunca surfei lá e em piscina, mas tenho estudado bastante a onda do 'Surf Ranch' com meu técnico e meu shaper já há alguns meses, tentando vislumbrar as estratégias. Vai ser um formato bem diferente, com número de ondas iguais para todos os atletas. Tô bem confiante no meu equipamento, a gente vai ter um dia de treino, então tô bem animada pra finalmente poder surfar na piscina que tem a onda mais perfeita hoje no mundo. Vamos lá, vamos com tudo.

Chloé Calmon - divulgação - divulgação
Chloé Calmon será a única brasileira nas etapas decisivas da WSL
Imagem: divulgação

Além de valer o título mundial, acredita que essas duas etapas na Califórnia são bons 'testes' para uma temporada completa no ano que vem?

É muito bom poder ver todos os campeonatos voltando ao redor do mundo, e finalmente chegou a nossa vez. Estou muito feliz de poder voltar a viajar e competir. Califórnia é um lugar super especial pra mim, já vou há vários anos e tenho muitas lembranças boas, tenho ótimos resultados lá também. Acho que isso pode ser um ótimo aperitivo pra temporada de 2022. Eu espero que a situação no mundo esteja mais tranquila, pra gente continuar viajando. Que seja mais acessível, pra todos os atletas do mundo poderem participar dessas competições, e espero que tenhamos um circuito bem fortalecido pro ano que vem. Mas antes de pensar no ano que vem, o foco está agora nessas próximas semanas de treino e competindo na Califórnia.