PUBLICIDADE
Topo

Surfe 360°

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Absoluto nas pranchinhas, Brasil vai atrás de mais um mundial no Longboard

Phil Rajzman - divulgação
Phil Rajzman Imagem: divulgação
Conteúdo exclusivo para assinantes
Thiago Blum

É jornalista esportivo desde 1992, mas acompanha o surfe há quatro décadas. Trabalhou por 19 anos na ESPN e atualmente é editor de esportes do Jornal da Band. Cobriu cinco Copas do Mundo e cinco edições dos Jogos Olímpicos.

Colunista do UOL

26/08/2021 20h13

A WSL confirmou dois eventos para definir os títulos mundiais de Longboard na Califórnia.

Será o retorno da modalidade, parada desde fevereiro de 2020, com o cancelamento das competições devido ao Covid-19.

O 'Cuervo Surf Ranch Classic' vai rolar no dia 29 de setembro nas clássicas ondas da piscina do 'Surf Ranch'.

O 'Jeep Malibu Classic' será realizado entre 3 e 13 de outubro em Malibu Beach.

O Brasil, lógico, chega com chances.

As duas etapas nos Estados Unidos terão 18 mulheres e 18 homens, todos selecionados pelos rankings de 2019 e 2020.

O time verde e amarelo terá 5 representantes.

Na chave masculina, Phil Rajzman - bicampeão mundial de 2007 e 2016 lidera a galera, ao lado do vice-campeão de 2019, Rodrigo Sphaier, Jefson Silva e Augusto Olinto.

Chloé Calmon - WSL - WSL
Chloé Calmon
Imagem: WSL

Vice-campeã mundial, Chloé Calmon completa a turma na chave feminina.

"Estou muito ansiosa em retornar as competições no próximo mês na Califórnia, ainda mais em duas locações de sonho. Sempre sonhei em surfar na piscina e Malibu é uma das melhores ondas que eu já surfei", declara Chloé. "Estou animada para pôr tudo em prática nos próximos eventos. Será muito bom voltar a viajar e reencontrar todos os atletas", completa.

Surf Ranch - WSL - WSL
Longboard no Surf Ranch
Imagem: WSL

Os pontos destes dois eventos, serão somados ao do 'Noosa Longboard Open 2020' na Austrália, para definir os campeões mundiais de 2021.

Após as etapas na Califórnia, os surfistas que ficarem entre os 10 melhores em cada categoria, estarão classificados para o WSL Longboard Tour de 2022.

Os que ficarem fora deste grupo, terão que conseguir suas vagas nos eventos promovidos pelos escritórios regionais.