PUBLICIDADE
Topo

Surfe 360°

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Ausência de Yasmin poderia fazer Medina desistir da Olimpíada?

Yasmin Brunet e Gabriel Medina comemoram título do surfista na etapa de Rottnest Search  - Reprodução/Instagram
Yasmin Brunet e Gabriel Medina comemoram título do surfista na etapa de Rottnest Search Imagem: Reprodução/Instagram
Conteúdo exclusivo para assinantes
Thiago Blum

É jornalista esportivo desde 1992, mas acompanha o surfe há quatro décadas. Trabalhou por 19 anos na ESPN e atualmente é editor de esportes do Jornal da Band. Cobriu cinco Copas do Mundo e cinco edições dos Jogos Olímpicos.

Colunista do UOL

07/07/2021 21h10

A pergunta é uma desconfiança de jornalista.

De quem acredita que a definição do imbróglio entristeceu o atleta.

Nas últimas semanas, vimos Gabriel Medina declarar abertamente que se sentia prejudicado pelo Comitê Olímpico Brasileiro.

O motivo? O não credenciamento de sua mulher como parte da equipe brasileira e do staff pessoal de Medina na Olimpíada de Tóquio.

O debate gerou desgaste e a decisão final do COB saiu nesta quarta-feira.

Como se esperava, o COB não voltou atrás e Yasmin não poderá acompanhar o bicampeão mundial na estreia do surfe em Jogos Olímpicos.

Gabriel considera que a presença dela foi fundamental para o seu desempenho impecável na atual temporada.

Durante o primeiro semestre, Yasmin esteve presente em todas as etapas do circuito mundial. Em 5 campeonatos, Medina venceu dois e ficou em segundo em dois. É o líder folgado do ranking e já está classificado para as finais da temporada.

Gabriel Medina - Matt Dunbar/World Surf League via Getty Images - Matt Dunbar/World Surf League via Getty Images
Gabriel Medina surfa onda na etapa de Rottnest Search, na Austrália
Imagem: Matt Dunbar/World Surf League via Getty Images

Chateado e abatido, ele desabafou em seu perfil no Instagram: "Todos estão levando pessoas que não são treinadores, assim como a Yasmin também não é. Ela que me ajuda e tem me acompanhado. E a única coisa que eu quero é continuar a fazer o que estou fazendo, viajando com o meu time, com quem está ajudando de verdade. E o COB não deixou."

Desde o início da polêmica, Medina deixou claro que viajaria para o Japão mesmo se a proibição fosse mantida.

Nas mensagens de hoje porém - apesar de deixar nas entrelinhas que vai ter que conviver com a "novidade", não afirmou com todas as letras que o plano e o sonho de conquistar a medalha de ouro seguem os mesmos.

E jornalista atento sempre fica ligado em todos os pingos nos "is".

"Eu não quero um tratamento especial, só quero levar uma pessoa que tem viajado comigo e me ajudado de verdade. Não queria nem estar perdendo tempo com isso. Infelizmente o COB não pôde me ajudar."

Gabriel Medina - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Gabriel Medina celebra aniversário de Yasmin Brunet
Imagem: Reprodução/Instagram

Depois do desabafo, Medina postou vários vídeos treinando forte como sempre.

Que a cabeça fique tão sã quanto o corpo.

A missão está próxima... e será especial.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL