PUBLICIDADE
Topo

Saque e Voleio

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Cabeça pela primeira vez em um slam, Bia Haddad cai na estreia em Wimbledon

Getty Images
Imagem: Getty Images
Alexandre Cossenza

Alexandre Cossenza é bacharel em direito e largou os tribunais para abraçar o jornalismo. Passou por redações grandes, cobre tênis profissionalmente há oito anos e também escreve sobre futebol. Já bateu bola com Nadal e Federer e acredita que é possível apreciar ambos em medidas iguais. Contato: ac@cossenza.org

Colunista do UOL

27/06/2022 15h09

O primeiro jogo de Beatriz Haddad Maia como cabeça de chave em um torneio do Grand Slam não saiu como o planejado. Diante de uma adversária que errou muito pouco e agrediu com precisão nos momentos importantes, a brasileira, atual número 28 do mundo, saiu da Quadra 12 de Wimbledon derrotada pela eslovena Kaja Juvan (#62, 21 anos): 6/4, 4/6 e 6/2.

Bia chegou a Wimbledon como a tenista que mais jogos (12) e torneios (dois, Nottingham e Birmingham) venceu na grama em 2022. Por isso, estava entre as dez mais cotadas ao título em quase todas as casas de apostas mais conhecidas. A brasileira também nunca havia sido derrotada por Juvan. Nos dois encontros anteriores, ambas em 2019, em Auckland e Melbourne, levou a melhor.

A partida desta segunda-feira foi apenas a quinta da carreira de Bia Haddad um chaves principais em Wimbledon. Ela agora soma duas vitórias (Laura Robson em 2017 e Garbiñe Muguruza em 2019) e três derrotas (Simona Halep em 2017 e Harriet Dart em 2019 foram as outras duas).

Como aconteceu

Juvan começou a partida muito sólida, cometendo poucos erros e jogando sempre com bolas fundas, exigindo muito da brasileira. Bia teve o saque ameaçado já no segundo game, mas salvou um break point e manteve o placar igualado (sem quebras). Bia precisou sacar em "iguais" também no sexto e no oitavo games, mas sempre se salvando. Enquanto isso, Juvan confirmava seus serviços com tranquilidade, ganhando quase todos os pontos em que jogava com o primeiro saque. A eslovena, então, teve outra chance no décimo game, quando Bia cometeu um par de erros do fundo de quadra e se viu sacando em 15/40. A brasileira salvou o primeiro set point, mas falhou no segundo, mandando a bola para fora com um erro não forçado de esquerda e determinando o resultado da parcial: 6/4 Juvan.

A paulista terminou o primeiro set com 12 erros não forçados. Juvan somou apenas sete e fez a diferença nos games de devolução, ganhando 15 pontos no saque de Bia. A brasileira, por sua vez, só venceu sete pontos com a devolução.

No começo do segundo set, Bia tentou ser mais agressiva nas devoluções, e o plano deu certo logo no começo. No terceiro game, dois retornos pesados forçaram erros de Juvan e deram a quebra à brasileira, que abriu 3/1 pouco depois. Bia manteve a vantagem sem problemas até o nono game, quando tinha 5/3 e sacou com set point a favor. Dois erros não forçados depois, viu-se diante de um break point, mas um erro não forçado de Juvan salvou a brasileira. Pouco depois, com um backhand que pegou a eslovena no contrapé, Bia confirmou, fechou o set em 6/4 e forçou a parcial decisiva.

A chance perdida no fim da parcial não desanimou a eslovena, que usou duas curtinhas para tirar Bia do fundo de quadra e conquistar dois break points já no comecinho do terceiro set. Na primeira chance, Juvan nem esperou: agrediu com uma paralela de direita indefensável e quebrou a brasileira. Pouco depois, a vantagem da eslovena já era de 3/0.

Depois disso, Juvan jogou com a maturidade de uma veterana. No sétimo game, única vez em que foi ameaçada (0/30) na reta final, jogou quatro pontos impecáveis em sequência e confirmou para abrir 5/2. No game seguinte, outra quebra selou a fatura.

.

Quer saber mais? Conheça o programa de financiamento coletivo do Saque e Voleio e torne-se um apoiador. Com pelo menos R$ 15 mensais, apoiadores têm acesso a conteúdo exclusivo (newsletter, podcast e Saque e Voleio TV), lives restritas a apoiadores, além de ingresso em grupo de bate-papo no Telegram, participação no Circuito dos Palpitões e promoções imperdíveis.

Acompanhe o Saque e Voleio no Twitter, no Facebook e no Instagram.