PUBLICIDADE
Topo

Saque e Voleio

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Alcaraz comete mais de 70 erros, mas salva match point e sobrevive em Paris

Reuters
Imagem: Reuters
Alexandre Cossenza

Alexandre Cossenza é bacharel em direito e largou os tribunais para abraçar o jornalismo. Passou por redações grandes, cobre tênis profissionalmente há oito anos e também escreve sobre futebol. Já bateu bola com Nadal e Federer e acredita que é possível apreciar ambos em medidas iguais. Contato: ac@cossenza.org

Colunista do UOL

25/05/2022 15h20

O jovem Carlos Alcaraz, #6 do mundo aos 19 anos, chegou a Roland Garros cotadíssimo nas casas de apostas e embalado pelos títulos do ATP 500 de Barcelona e do Masters 1000 de Madri. Neste, bateu Rafael Nadal e Novak Djokovic em sequência. Em Paris, contudo, sua caminhada quase ficou muito aquém de toda expectativa criada. Nesta quarta-feira, ainda na segunda rodada do torneio, o adolescente cometeu mais de 70 erros não forçados e viu-se contra as cordas, mas salvou um match point e anotou uma grande vitória de virada em cima do veterano Albert Ramos Viñolas, de 34 anos, número 44 do mundo. O placar final foi de 6/1, 6/7(7), 5/7, 7/6(2) e 6/4.

Além do começo de jogo arrasador nesta quarta, Carlos tinha a seu favor o retrospecto contra Ramos Viñolas. Nas duas partidas anteriores, Alcaraz bateu o compatriota espanhol. O primeiro jogo entre eles foi no Rio Open de 2020, quando Alcaraz tinha apenas 16 anos e venceu por 7/6 no terceiro set em uma partida que terminou perto das 3h da manhã no Jockey Club Brasileiro e durou 3h37min.

Apear do drama, Alcaraz segue favoritíssimo para alcançar pelo menos as semifinais - fase em que esperava-se um duelo com Rafael Nadal ou Novak Djokovic, já que espanhol e sérvio estão em rota de colisão e podem se enfrentar já nas quartas.

Como aconteceu

No duelo desta quarta, na Quadra Simonne-Mathieu, Alcaraz adotou uma postura agressiva, tentando sempre atacar primeiro e matar os pontos diante de um Ramos Viñolas que é, geralmente, muito consistente. Depois de um primeiro set tranquilo, o adolescente desandou a errar e acumulou erros não forçados (foram 74 ao todo) e colocou o adversário em boas condições. No quarto set, Ramos sacou para o set no décimo game e teve até um match point, mas jogou um forehand na rede e desperdiçou a chance. Pouco depois, um Alcaraz reenergizado devolveu a a quebra e voltou à partida. Carlos teve até um par de set points quando o rival sacou em 5/6, mas não conseguiu converter e foi forçado a jogar o tie-break. Quando o game de desempate começou, o momento já era do adolescente, que começou melhor, contou com raros erros de Ramos Viñolas e levou a partida para o quinto set.

Quando a parcial decisiva começou, parecia questão de tempo para o adolescente disparar na frente, mas aconteceu o contrário. Com uma quebra no segundo game, foi Ramos Viñolas quem abriu 3/0. Alcaraz, contudo, não se entregou. Devolveu a quebra com uma passada espetacular de slice, saindo da defesa para o ataque, igualou o placar em 3/3 pouco depois e, aproveitando a maré a favor, quebrou o compatriota mais vez para tomar a dianteira no sétimo game. De novo, parecia que Alcaraz tinha retomado o controle do duelo. De novo, as aparências enganaram e Ramos Viñolas devolveu a quebra para empatar em 4/4.

O drama seguiu no nono game, com o veterano salvando mais dois break points, e o ponto decisivo foi mais um daqueles momentos gloriosos de Alcaraz. Com break point a seu favor, Carlitos defendeu seguidos smashes até Ramos Viñolas errar um voleio e perder o ponto e o game. Na sequência, com 5/4 a favor, Alcaraz finalmente confirmou o serviço e a vaga na terceira rodada.

.

Quer saber mais? Conheça o programa de financiamento coletivo do Saque e Voleio e torne-se um apoiador. Com pelo menos R$ 15 mensais, apoiadores têm acesso a conteúdo exclusivo (newsletter, podcast e Saque e Voleio TV), lives restritas a apoiadores, além de ingresso em grupo de bate-papo no Telegram, participação no Circuito dos Palpitões e promoções imperdíveis.

Acompanhe o Saque e Voleio no Twitter, no Facebook e no Instagram.