PUBLICIDADE
Topo

Saque e Voleio

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Alcaraz estreia na Chatrier e confirma favoritismo com sobras

EFE
Imagem: EFE
Alexandre Cossenza

Alexandre Cossenza é bacharel em direito e largou os tribunais para abraçar o jornalismo. Passou por redações grandes, cobre tênis profissionalmente há oito anos e também escreve sobre futebol. Já bateu bola com Nadal e Federer e acredita que é possível apreciar ambos em medidas iguais. Contato: ac@cossenza.org

Colunista do UOL

22/05/2022 16h21

Apenas 19 anos, forte candidato ao título e fazendo sua primeira partida na Quadra Philippe Chatrier, a principal de Roland Garros, Carlos Alcaraz lidou bem com o ineditismo da situação e, mesmo com altos e baixos e mais de 20 erros não forçados, estreou com uma vitória sem sustos, sem ceder break points, na edição 2022 do slam do saibro.

Por 6/4, 6/2 e 6/0, o número 6 do mundo superou o lucky, loser argentino Juan Ignacio Londero (28 anos, #141 do ranking), confirmando seu favoritismo e avançando à segunda rodada do torneio. Na segunda fase, Alcaraz vai enfrentar o o espanhol Albert Ramos (34 anos, #42), que levou a melhor em um duro duelo com o australiano Thanasi Kokkinakis (26 anos, #85): 6/4, 4/6, 6/4 e 7/6(5).

Como aconteceu

Enorme azarão, Londero não se intimidou nem com o rival nem com a chance de jogar na quadra principal do torneio francês. Bem no fundo de quadra, o argentino jogou de igual para igual com o espanhol até o décimo game. No entanto, sacando em 4/5 e 40/30, cometeu uma dupla falta e não converteu o game point. Em seguida, pagou caro por isso. Primeiro, cometeu um erro não forçado para ceder um set point. Na sequência, viu Alcaraz encaixar uma excelente devolução e jogou uma esquerda na rede que definiu a parcial em 6/4 para o espanhol.

Pouco mudou depois de Alcaraz converter seu primeiro break point no jogo. O espanhol continuou confirmando seus games de saque sem ser ameaçado enquanto parecia fazer uma partida para calibrar seus golpes e habituar-se com a quadra central do torneio. Assim, forçou um pouco além da conta e cometeu mais erros não forçados no segundo set - a mesma quantidade da parcial anterior. Nada que lhe ameaçasse. Se os ataques nem sempre funcionavam, a defesa era sólida, e foi com ela que forçou Londero às falhas que lhe valeram duas quebras de saque e a vantagem no segundo set por 6/2. Depois disso, Londero não conseguiu mais oferecer resistência. O espanhol abriu 3/0 e não olhou mais para trás.

Zverev também avança

O principal cabeça de chave do quadrante de Alcaraz também venceu neste domingo. Alexander Zverev, número 3 do mundo, fez 6/2, 6/4 e 6/4 sobre o qualifier austríaco Sebastian Ofner e agora espera para enfrentar na segunda fase o vencedor do jogo entre o argentino Sebastián Báez e o sérvio Dusan Lajovic. Favorito em sua seção, Sascha vai encarar Alcaraz nas quartas de final caso ambos confirmem as expectativas.

.

Quer saber mais? Conheça o programa de financiamento coletivo do Saque e Voleio e torne-se um apoiador. Com pelo menos R$ 15 mensais, apoiadores têm acesso a conteúdo exclusivo (newsletter, podcast e Saque e Voleio TV), lives restritas a apoiadores, além de ingresso em grupo de bate-papo no Telegram, participação no Circuito dos Palpitões e promoções imperdíveis.

Acompanhe o Saque e Voleio no Twitter, no Facebook e no Instagram.