PUBLICIDADE
Topo

Saque e Voleio

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

10 números espetaculares do espetacular Carlos Alcaraz em 2022

Reuters
Imagem: Reuters
Alexandre Cossenza

Alexandre Cossenza é bacharel em direito e largou os tribunais para abraçar o jornalismo. Passou por redações grandes, cobre tênis profissionalmente há oito anos e também escreve sobre futebol. Já bateu bola com Nadal e Federer e acredita que é possível apreciar ambos em medidas iguais. Contato: ac@cossenza.org

Colunista do UOL

07/05/2022 18h54

Ao derrotar Novak Djokovic nas semifinais do Masters 1000 de Madri, nesta sexta-feira, o espanhol Carlos Alcaraz, que completou 19 anos de vida no dia 5 deste mês, aumentou consideravelmente sua lista de feitos espetaculares na temporada 2022. Vejamos em números (apenas em números por enquanto) por que o adolescente é o grande nome do circuito mundial no momento:

- Alcaraz acaba de superar Nadal e Djokovic no mesmo torneio, o que havia acontecido apenas 11 vezes na história do tênis. Carlos, no entanto, é o mais jovem a conseguir isso.

- O garotão também é o primeiro a bater Nadal e Djokovic no mesmo torneio, mas no saibro. Antes, isso só havia acontecido em quadras duras.

- Ao avançar para a final do Masters 1000 de Madri, Alcaraz torna-se o mais jovem homem da história a alcançar a decisão do evento.

- Alcaraz é o segundo tenista mais jovem a alcançar duas finais de Masters 1000. O recordista? Rafa Nadal, com 18 anos em 2005.

- O duelo desta sexta com Novak Djokovic durou 3h36min e é a segunda partida mais longa em melhor de três sets desta temporada. A mais longa em melhor de três também foi vencida por Alcaraz. Em Indian Wells, ele precisou de 3h40min para derrotar o australiano Alex De Minaur.

- Alcaraz agora é o mais jovem homem a derrotar um número 1 do mundo desde 2005. O anterior? Rafael Nadal, que superou Roger Federer nas semifinais de Roland Garros. Naquele torneio, Rafa conquistou seu primeiro slam.

- A vitória sobre Djokovic foi a sétima de Alcaraz sobre um top 10 na temporada 2022. Ele lidera o circuito neste quesito.

- Ninguém venceu mais partidas do que Alcaraz em 2022. Já são 27 triunfos até agora.

- Alcaraz é o segundo tenista mais jovem a derrotar Novak Djokovic. O único a bater o sérvio antes de completar 19 anos foi o também sérvio Filip Krajinovic, que tinha 18 e eliminou o compatriota o ATP de Belgrado de 2010.

- Alcaraz é o terceiro homem mais jovem a superar Rafael Nadal. Apenas Borna Coric (17 anos na Basileia/2014) e Denis Shapovalov (18 anos em Montreal/2017) foram mais precoces.

Coisas que eu acho que acho:

- Mais tarde, trago uma necessária análise além dos números, comentando o que Alcaraz fez de especial para bater Rafa e Nole em dias consecutivos.

- Vale lembrar: Alcaraz entrou no top 10 no dia 25 de abril, após conquistar o ATP 500 de Barcelona. Na semana que vem, ele saltará do atual número 9 para o sexto posto. Alcaraz não é um meteoro (meteoros caem por aqui). É um foguete prestes a sair da órbita terrestre.

- Na maioria das casas de apostas, Alcaraz já é o segundo mais cotado ao título de Roland Garros. Fica atrás apenas de Rafael Nadal (currículo!) e já deixou Djokovic para trás.

Som de hoje no meu Kuba Disco: Learning to Fly, de Tom Petty and the Heartbreakers porque me lembra os vídeos da NBA sobre os Bulls de Michael Jordan decolando rumo ao primeiro título, lá em 1990/91.

.

Quer saber mais? Conheça o programa de financiamento coletivo do Saque e Voleio e torne-se um apoiador. Com pelo menos R$ 15 mensais, apoiadores têm acesso a conteúdo exclusivo (newsletter, podcast e Saque e Voleio TV), lives restritas a apoiadores, além de ingresso em grupo de bate-papo no Telegram, participação no Circuito dos Palpitões e promoções imperdíveis como esta.

Acompanhe o Saque e Voleio no Twitter, no Facebook e no Instagram.

.