PUBLICIDADE
Topo

Saque e Voleio

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Barty conquista o Australian Open e encerra jejum de 43 anos

Getty Images
Imagem: Getty Images
Alexandre Cossenza

Alexandre Cossenza é bacharel em direito e largou os tribunais para abraçar o jornalismo. Passou por redações grandes, cobre tênis profissionalmente há oito anos e também escreve sobre futebol. Já bateu bola com Nadal e Federer e acredita que é possível apreciar ambos em medidas iguais. Contato: ac@cossenza.org

Colunista do UOL

29/01/2022 07h12

Ashleigh Barty chegou à final do Australian Open sem perder sets. Teve seu saque quebrado apenas uma vez e cedeu só 21 games em seis partidas. Parecia que a conquista seria tranquila quando a número 1 do mundo venceu o set inicial neste sábado, diante de Danielle Collins (#30). A americana, no entanto, iniciou uma bela reação, e a australiana perdeu momentaneamente o controle das ações. No fim, porém, Barty foi empurrada pela torcida, protagonizou uma incrível virada no segundo set e saiu de quadra com uma vitória por 6/3 e 7/6(2) que lhe deu seu primeiro título de slam em casa.

A jovem de 25 anos encerra um jejum de 43 anos, tornando-se a primeira tenista australiana a vencer a chave de simples do torneio desde Chris O'Neill, que derrotou Betsy Nagelsen na final do evento de 1978. Naquela época, o Australian Open ainda era jogado nas quadras de grama do Kooyong Club, também em Melbourne, e realizado no mês de dezembro.

Barty agora tem no currículo três títulos de slam em simples. Ela também venceu Roland Garros em 2019 e Wimbledon em 2021. Na próxima segunda-feira, ela entrará em sua 113ª semana como número 1 do mundo. Ela ocupa a oitava posição na lista das mulheres que passaram mais tempo na liderança do ranking, atrás apenas de Steffi Graf, Martina Navratilova, Serena Williams, Chris Evert, Martina Hingis, Monica Seles e Justine Henin.

Como aconteceu

A partida começou equilibrada, mas aparentemente porque Barty não entrou em quadra com força total. A número 1 do mundo, aliás, teve seu serviço ameaçado no quinto game, mas salvou-se com um winner. Era o que precisava para a tenista da casa "acordar". No game seguinte, foi a vez da australiana de pressionar o serviço adversário, e Collins não resistiu. Sacando em 30/40, cometeu uma dupla falta e viu Barty abrir 4/2. Depois disso, ficou difícil para a americana voltar a ameaçar o serviço da número 1. Ash, afinal, venceu 94% (15/16) dos pontos jogados com o primeiro saque.

O segundo set viu uma queda de rendimento de Barty, e Collins aproveitou para sair na frente. Logo no segundo game, com uma devolução agressiva, a americana forçou um erro da número 1 e converteu o break point. Foi apenas a segunda vez no torneio que a australiana perdeu um game de saque. O momento ruim de Ash continuou no terceiro game, quando ela errou um voleio fácil que lhe daria uma quebra de volta. Mais tarde, no sexto game, Barty também errou um swing volley e fez uma dupla falta que deram a Collins uma vantagem de 5/1.

Com a número 1 em quadra, porém, nada está garantido, e o prejuízo parece ter feito Ash jogar mais à vontade, sem nada a perder. Mais solta, passou a errar menos e agredir com eficiência. O resultado disso? Barty devolveu as duas quebras e igualou o placar em 5/5. A parcial foi para o tie-break, e a número 1 aproveitou-se de um erro de Collins no primeiro ponto para abrir 3/0, confirmando seus dois saques na sequência. O volume da torcida subiu, e a americana não encontrou saída. Ash abriu 4/0 com mais um mini-break e não olhou mais para trás.

.

Quer saber mais? Conheça o programa de financiamento coletivo do Saque e Voleio e torne-se um apoiador. Com pelo menos R$ 15 mensais, apoiadores têm acesso a conteúdo exclusivo (newsletter, podcast e Saque e Voleio TV), lives restritas a apoiadores, além de ingresso em grupo de bate-papo no Telegram, participação no Circuito dos Palpitões e promoções imperdíveis como esta.

Acompanhe o Saque e Voleio no Twitter, no Facebook e no Instagram.