PUBLICIDADE
Topo

Saque e Voleio

Podcast SeV S02E44 - Nadal: evolução, longevidade e meu top 5 do espanhol

Getty Images
Imagem: Getty Images
Alexandre Cossenza

Alexandre Cossenza é bacharel em direito e largou os tribunais para abraçar o jornalismo. Passou por redações grandes, cobre tênis profissionalmente há oito anos e também escreve sobre futebol. Já bateu bola com Nadal e Federer e acredita que é possível apreciar ambos em medidas iguais. Contato: ac@cossenza.org

Colunista do UOL

07/11/2020 04h00

O podcast Saque e Voleio, no ar para os apoiadores do blog, chega hoje falando sobre a longevidade de Rafael Nadal, que alcançou sua milésima vitória no circuito esta semana, durante o Masters de Paris.

Primeiro, comento os motivos da longevidade do espanhol e digo qual sua característica que mais me chama a atenção - algo em que ele foi muito superior a qualquer outro tenista. Em seguida, cito alguns dos números mais espantosos da carreira de Nadal, lembrando que ele venceu mais jogos em quadra dura do que no saibro e explicando por que ainda existe alguma resistência - por parte de alguns - em aceitá-lo como um grande tenista em todo tipo de piso.

Depois, faço uma lista com as cinco atuações de Rafa que mais me impressionaram - sejam em partidas equilibradas ou não - lembrando, obviamente, do contexto de cada um desses jogos e explicando por que Nadal foi tão impressionante neles. Para terminar o podcast, cito ocasiões em que eu torci a favor ou contra Nadal, sem deixar de lembrar quem é meu tenista favorito (segredo nenhum) desde a aposentadoria de David Nalbandian.

Quem já apoia o Saque e Voleio pode acessar o link para o episódio lá no Mural do Apoia.se.

Quem quiser pode aproveitar a ocasião para começar a apoiar o blog (com R$ 15 mensais, você tem direito a conteúdo exclusivo e newsletter semanal, além de brindes e promoções). Basta visitar o Apoia.se, conhecer melhor o programa de financiamento coletivo recorrente do Saque e Voleio e fazer sua contribuição.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.