PUBLICIDADE
Topo

Orientações da ITF para a volta do tênis

Cynthiamcastro/Pixabay
Imagem: Cynthiamcastro/Pixabay
Alexandre Cossenza

Alexandre Cossenza é bacharel em direito e largou os tribunais para abraçar o jornalismo. Passou por redações grandes, cobre tênis profissionalmente há oito anos e também escreve sobre futebol. Já bateu bola com Nadal e Federer e acredita que é possível apreciar ambos em medidas iguais. Contato: ac@cossenza.org

Colunista do UOL

01/05/2020 11h43

A Federação Internacional de Tênis (ITF) publicou, nesta sexta-feira, uma série de orientações para que o retorno das competições tenísticas aconteça da maneira mais segura possível - tendo em vista que nenhuma parte do mundo está completamente livre da ameaça do novo coronavírus.

No texto, a entidade ressalta que as orientações neste momento são apenas para os eventos e competições locais e de nível nacional e que as diretrizes foram desenvolvidas de acordo com instruções da Organização Mundial de Saúde (OMS) para a organização de eventos esportivos.

A ITF também aponta que suas orientações enfatizam que as decisões tomadas pelos governos nacionais são mais importantes e que o tênis (tanto o competitivo quanto o recreativo) não deve ser jogado até que os governos tenham relaxado de forma suficiente as restrições que dizem respeito a distanciamento social, isolamento, quarentena, lockdown e medidas do tipo.

O documento da ITF, que pode ser lido na íntegra aqui (a página tem links em inglês, espanhol e francês), contém orientações para associações nacionais (caso da CBT), tenistas e oficiais, organizadores de eventos, funcionários de torneios e espectadores. O documento inteiro tem nove páginas, então cito abaixo apenas alguns exemplos das orientações.

Para associações nacionais

- Manter contato regular com autoridades locais, regionais e nacionais para: obter a informação mais atualizada sobre restrições de movimentação; garantir o cumprimento de recomendações oficiais; e promover o tênis como esporte que pode ser jogado com distanciamento social e deveria estar entre os primeiros esportes permitidos assim que as restrições de movimentação forem relaxadas.

- Publicar guia de participação segura para: jogadores, oficiais, clubes e organizadores de eventos, espectadores e funcionários de torneios, inclusive pessoal médico.

- Exibir avisos claramente em locais de jogo, inclusive em pontos de entrada/saída, pontos de encontro e ao redor de cada quadra.

- Aconselhar grupos de risco a não participarem ou visitarem eventos.

Para atletas e oficiais

- Considerar jogar recreativamente contra membros de sua casa se possível.

- Respeitar distanciamento social durante competição em todos os casos, inclusive: chegar ao local vestido com a roupa de jogo e pouco antes da partida; não usar vestiários ou chuveiros; usar luvas (árbitros); usar máscaras fora da quadra; jogadores e oficiais devem manter sempre dois metros de distância; não apertar a mão do adversário ou ter contato físico; cada jogador deve ter seu próprio conjunto de bolas (separadas por número); mudar de lado por lados opostos da rede; não dar autógrafos ou tirar selfies com fãs; não compartilhar equipamento ou outros itens.

Para espectadores

- Implementar distanciamento social: obedecer as restrições do governo; manter dois metros de distância de outros espectadores; usar máscaras e acordo com as exigências locais; manter separação física ao usar banheiros e ao comprar itens; deixar os locais de competição imediatamente após o fim das partidas.

- Observar boa higiene: não tocar em superfícies quando possível; lavar as mãos regularmente, inclusive antes e depois de usar o banheiro; tossir em um lenço e descartá-lo imediatamente; e não tocar no rosto.

Para organizadores de evento

- Só organizar eventos se permitido por autoridades locais e/ou nacionais.

- Se necessário, jogar com portões fechados ou com número limitado de espectadores para cumprir restrições.

- Dividir oficiais em dois times, cada um trabalhando em dias separados.

- Manter janelas de escritório abertas sempre que possível.

- Implementar distanciamento social: organizar apenas competições de simples; marcar espaços de separação nos banheiros, em estandes de alimentação e em locais onde puder haver aglomeração de pessoas; separar cadeiras em quadra em dois metros; separar todos espectadores em dois metros quando possível.

Saque e Voleio