PUBLICIDADE
Topo

Rodrigo Coutinho

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Coutinho: Confira o Ranking de Desempenho do Brasileirão após 17 rodadas

Conteúdo exclusivo para assinantes
Rodrigo Coutinho

Rodrigo Coutinho é jornalista e analista de desempenho. Acredita que é possível abordar o futebol de forma aprofundada e com linguagem acessível a todos.

Colunista do UOL

24/08/2021 04h00

Mesmo com o empate fora de casa diante do Juventude, o Fortaleza segue na ponta do Ranking de Desempenho a apenas duas rodadas do fim do 1º turno do Brasileirão 2021. O Tricolor do Pici esteve um pouco abaixo de suas principais atuações na competição, mas manteve um bom nível. Flamengo e Atlético Mineiro diminuíram ainda mais a distância para o Red Bull Bragantino, que vem em queda de produção. O Palmeiras fica um pouco atrás.

01 - Rodrigo Coutinho - Rodrigo Coutinho
O Ranking de Desempenho após a 17ª Rodada
Imagem: Rodrigo Coutinho

O Ranking de Desempenho tem como finalidade avaliar o rendimento das equipes. Oferecer ao torcedor uma maneira mais fidedigna de entender se o seu time está evoluindo, estagnado ou regredindo. Independentemente do resultado —que pode ocorrer por muitas variantes no futebol— a proposta é dar de 0 a 5 estrelas de acordo com o que cada equipe fez em campo. As estrelas são somadas a cada rodada e formam o cenário acima.

02 - Rodrigo Coutinho - Rodrigo Coutinho
Tudo sobre o empate entre Dragão e Chape
Imagem: Rodrigo Coutinho

Propostas muito diferentes na abertura da rodada, em Goiânia. Atlético Goianiense e Chapecoense empataram em 1x1 e, de fato, alternaram o predomínio sobre o adversário em cima daquilo que se propuseram a fazer. O time de Santa Catarina teve uma postura reativa. Se defendeu bem e causou danos aos anfitriões nos contra-ataques durante o 1º tempo. O Dragão não criou com desenvoltura, mas conseguiu empurrar o Verdão do Oeste ainda mais pra trás na 2ª etapa e conseguiu um gol nos acréscimos.

03 - Rodrigo Coutinho - Rodrigo Coutinho
Como o Grêmio bateu o Bahia
Imagem: Rodrigo Coutinho

Mais uma vitória importante do Grêmio, que vai conseguindo subir na tabela e se aproximando da fuga da zona de rebaixamento. Desta vez, porém, o desempenho foi um pouco melhor. Encarou um Bahia mais retraído e até perigoso na 1ª etapa. Sofreu para criar espaços, novamente teve uma construção ofensiva bastante truncada, mas viu seu ímpeto ser recompensado. Borja e Diego Souza marcaram. Os baianos tiveram uma queda de produção na parte defensiva depois do intervalo.

04 - Rodrigo Coutinho - Rodrigo Coutinho
Empate no jogaço do Alfredo Jaconi
Imagem: Rodrigo Coutinho

Os embalos de sábado à noite reservaram um dos melhores jogos da rodada. O empate entre Fortaleza e Juventude, em Caxias do Sul, teve duas equipes que buscaram o ataque como prioridade o tempo inteiro. A equipe da casa ficou mais com a bola inicialmente, mas os visitantes acabaram sendo mais contundentes ao recuperá-la. O Juventude não se abalou e seguiu tentando a imposição. Contou com uma queda física na marcação dos cearenses na etapa final e chegou ao empate. No fim, o Leão do Pici ainda perdeu um pênalti. Final emocionante!

05 - Rodrigo Coutinho - Rodrigo Coutinho
Os detalhes da vitória do Cuiabá sobre o Palmeiras
Imagem: Rodrigo Coutinho

Partida de ótimo nível na manhã de domingo, no Allianz Parque. O Cuiabá mostrou-se organizado defensivamente o jogo inteiro e teve coragem para ser agressivo em momentos distintos dos 90 minutos. Abriu o placar logo no início e levou pressão em certos períodos do jogo. O Palmeiras teve volume e boa movimentação ofensiva, mas pecou demais ao exagerar nos cruzamentos. Abel Ferreira não mexeu bem no 2º tempo e o time perdeu organização. Acabou punido no fim com mais um gol. Deyverson perdeu muitas chances e Clayson foi o melhor em campo.

06 - Rodrigo Coutinho - Rodrigo Coutinho
Os detalhes da vitória do Timão sobre o Furacão
Imagem: Rodrigo Coutinho

Terceira rodada seguida de crescimento do Corinthians, que desta vez bateu o Athlético na Arena da Baixada. Mesmo recuando depois de ter aberto o placar, o Timão foi inegavelmente superior num somatório dos 90 minutos. Trabalhou a bola com mais desenvoltura e foi agressivo no 1º tempo. Abriu o placar no início da 2ª etapa e depois deu poucas chances ao Furacão, que viveu tarde de pouca intensidade e ainda perdeu Thiago Heleno expulso no fim. Um dos piores jogos do rubro-negro nesta competição.

07 - Rodrigo Coutinho - Rodrigo Coutinho
Tudo sobre o empate entre Vozão e Mengão
Imagem: Rodrigo Coutinho

Ceará e Flamengo fizeram uma partida muito disputada no Castelão. O Vozão foi agressivo na marcação e também com a bola até abrir o placar na reta final do 1º tempo. O Flamengo tinha mais a posse, mas sentiu a falta de quatro titulares ausentes. Não criou tanto como de costume, encontrou dificuldades diante da ótima defesa cearense. Na 2ª etapa o rubro-negro contou com a subida de produção de Vitinho e conseguiu o empate, mas seguiu tomando sustos em contra-ataques do alvinegro. A produção ofensiva dos cariocas no tempo final melhorou.

08 - Rodrigo Coutinho - Rodrigo Coutinho
Tudo sobre o empate entre Peixe e Colorado
Imagem: Rodrigo Coutinho

1º tempo agitado na Vila Belmiro! O Inter começou melhor. Marcando forte no campo de ataque e abrindo o placar em rebote de escanteio antes dos dez minutos. O Santos demorou a se encontrar, mas depois que assimilou o golpe inicial, passou a impor a sua forma de atuar, e contou com um Colorado mais permissivo para marcar. Conseguiu a virada com dois gols em sequência e se fechou na 2ª etapa. Se não levou tanto perigo em contra-ataques, também sofria pouco na defesa até Yuri Alberto empatar aos 43'. O Peixe foi punido pelo recuo excessivo.

09 - Rodrigo Coutinho - Rodrigo Coutinho
Como o São Paulo bateu o Sport na Ilha do Retiro
Imagem: Rodrigo Coutinho

Sport e São Paulo fizeram um dos piores jogos deste 1º turno na noite de domingo, na Ilha do Retiro. O Tricolor abriu o placar com Pablo logo aos quatro minutos e passou boa parte do tempo se limitando a defender. Esteve bem tímido no ataque. Basicamente não criou nada de relevante, mesmo bem superior tecnicamente ao adversário. O Sport tentou lutar contra todas as suas limitações para produzir, mas esbarrou na forte marcação dos paulistas. Mesmo assim levou perigo nas bolas paradas aéreas. Jogo sonolento!

11 - Rodrigo Coutinho - Rodrigo Coutinho
Os detalhes do empate entre Fluminense e Atlético
Imagem: Rodrigo Coutinho

Um típico ataque contra defesa. Essa é a melhor forma de resumir o que foi o empate entre Fluminense e Atlético Mineiro, em São Januário. O líder Galo teve a bola a maior parte do tempo e se instalou no campo de ataque com muito volume e intensidade, mas bateu de frente com um aplicado Tricolor, que marcou muito bem na 1ª etapa e abriu o placar com Fred, de pênalti. No 2º tempo o time mineiro intensificou ainda mais suas ações e sofreu pouco com contra-ataques, conseguiu um merecido empate.

12 - Rodrigo Coutinho - Rodrigo Coutinho
Como o Massa Bruta venceu o Coelho
Imagem: Rodrigo Coutinho

Jogo de baixo nível técnico no encerramento da rodada, no Independência. A intensidade, principalmente antes do primeiro gol do Bragantino, também esteve em baixa. Equipes marcando sem tanta pressão e errando bastante com a bola. O Coelho começou um pouco mais agressivo, mas esbarrou nas suas limitações e na boa linha defensiva do Red Bull. Já o Massa Bruta não precisou repetir a fluência ofensiva que teve em diversos jogos deste Brasileirão. O desempenho decepcionou, mas valeu pelo resultado e a permanência no G-4.

Seleção do Campeonato

13 - Rodrigo Coutinho - Rodrigo Coutinho
A Seleção do Brasileirão após a 17ª Rodada. Pela primeira vez não houve mudanças de uma rodada para a outra
Imagem: Rodrigo Coutinho

Cada jogador que entra em campo recebe uma nota de 0 a 10 por sua atuação. A nota de partida é sempre 5 e ele vai ganhando ou perdendo pontos de acordo com o que faz em campo. A média das notas define o melhor de cada posição/função. Para fazer parte do time ao final do Brasileirão, é necessário ter participado de ao menos 40% dos jogos.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL