PUBLICIDADE
Topo

Rodolfo Rodrigues

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Com elenco limitado, Corinthians sofre e vai perdendo fôlego na temporada

Matheus Martins, do Fluminense, disputa lance com Robson, do Corinthians, em jogo pelo Brasileirão - Jorge Rodrigues/AGIF
Matheus Martins, do Fluminense, disputa lance com Robson, do Corinthians, em jogo pelo Brasileirão Imagem: Jorge Rodrigues/AGIF
só para assinantes
Rodolfo Rodrigues

Rodolfo Rodrigues é apaixonado por números e estatísticas no futebol. Foi repórter do Lance!, editor da Placar e do prêmio Bola de Prata ESPN e é autor de dez livros sobre futebol.

Colunista do UOL

02/07/2022 18h28

O Corinthians enfrentou o Fluminense neste sábado (2), no Maracanã, cheio de desfalques, com muitos reservas e acabou goleado por 4 x 0, perdendo mais uma chance de encostar no líder Palmeiras.

Pensando no jogo de volta das oitavas de final da Copa Libertadores contra o Boca Juniors, na Bombonera, na terça-feira (5), o técnico português Vítor Pereira preferiu não arriscar e colocou praticamente um time inteiro reserva. Sem poder contar com Fágner, Maycon, Willian, Gil, Paulinho, Gustavo Mosquito, Renato Augusto, Du Queiroz e Rafael Ramos, todos lesionados, além de Roni (suspenso) e João Victor (poupado), o treinador começou o jogo com Mantuan, Giuliano, Fábio Santos, Adson e Róger Guedes no banco de reserva.

Sem opções e com um time repleto de garotos (ou miúdos, como VP gosta de dizer), o Corinthians foi presa fácil para o bom time do Fluminense, que veio descansado e segue em evolução na competição — venceu seu quarto jogo seguido.

No primeiro tempo, o Fluminense teve 65% de posse de bola, deu 7 finalizações contra 2 do Corinthians (segundo o SofaScore), fez 2 x 0 e teve um gol anulado por impedimento. No segundo tempo, o Corinthians voltou com Giuliano e Mantuan, depois colocou Fábio Santos, Róger Guedes e Adson e deu uma pequena melhorada, mas acabou levando o terceiro gol no contra-ataque. Para piorar, levou um gol no finalzinho do jogo do veterano Fred.

Assim como fez contra o Cuiabá (perdeu por 1 x 0), contra o Santos, na 15ª rodada (0 x 0 em Itaquera), o Corinthians foi com um time misto para priorizar a Libertadores e acabou perdendo pontos. Com tantos desfalques e vários jogadores lesionados ao mesmo tempo já no mês de julho, o Corinthians vai perdendo o fôlego na temporada, depois de um bom início de Brasileirão e de conseguir chegar às oitavas da Libertadores e da Copa do Brasil.

Vítor Pereira vai ter trabalho para montar o time para o jogo contra o Boca Juniors. Para superar o time argentino na Bombonera e para a sequência da temporada.

Siga Rodolfo Rodrigues no Instagram

Siga Rodolfo Rodrigues no Twitter