PUBLICIDADE
Topo

Rodolfo Rodrigues

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Rodolfo Rodrigues: Por que o Atlético não jogou assim contra o Palmeiras?

Hulk comemora gol do Atlético-MG contra o Fortaleza pela Copa do Brasil - Fernando Moreno/AGIF
Hulk comemora gol do Atlético-MG contra o Fortaleza pela Copa do Brasil Imagem: Fernando Moreno/AGIF
Conteúdo exclusivo para assinantes
Rodolfo Rodrigues

Rodolfo Rodrigues é apaixonado por números e estatísticas no futebol. Foi repórter do Lance!, editor da Placar e do prêmio Bola de Prata ESPN e é autor de dez livros sobre futebol.

Colunista do UOL

20/10/2021 23h29

O Atlético-MG goleou o Fortaleza por 4 x 0 nesta quarta-feira (20), no jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil 2021 e praticamente se garantiu na final da competição. Com um futebol pra lá de ofensivo, o Galo fez 3 x 0 na primeira etapa e praticamente não deu chance ao time cearense, a maior surpresa do Brasileirão e também dessa Copa do Brasil.

Com um golaço de fora da área da Guilherme Arana, outro de cabeça de Réver (seu 30º no 300º jogo pelo clube) e mais um de Hulk ainda na primeira etapa, o Galo fez primeiro tempo perfeito. E no intervalo muitos torcedores se perguntavam: por que não jogou assim contra o Palmeiras na semifinal da Libertadores no Mineirão?

De acordo com o site SofaScore, o time do técnico Cuca finalizou 20 vezes no gol do Fortaleza, sendo 9 delas no gol. Por outro lado, sofreu 8 finalizações, sendo apenas 3 no gol do Everson. Com Zaracho de volta ao time e um ataque formado por Keno e Hulk, o Atlético jogou fácil, recuperou-se do mau resultado no final de semana pelo Brasileirão (perdeu para o Atlético-GO de virada por 2 x 1) e ganhou moral.

No próximo domingo (23), o Galo pega o Cuiabá no Mineirão e tem a chance de abrir vantagem na liderança do Brasileirão e se preparar para o confronto direto contra o Flamengo, no Maracanã, na rodada seguinte (29ª). Campeão mineiro de 2021, o Atlético segue firme para conquistar o Brasileirão e a Copa do Brasil, podendo igualar a tríplice coroa do Cruzeiro de 2003, que ganhou os mesmos campeonatos naquela temporada.

Mas a torcida do Galo ainda lamenta a perda da Libertadores 2021, onde o time deixou a competição de forma invicta na semifinal contra o Palmeiras depois de dois empates (0 x 0 em São Paulo e 1 x 1 no Mineirão).

Você pode me encontrar também no twitter (@rodolfo1975) ou no Instagram (futebol_em_numeros)

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL