PUBLICIDADE
Topo

Rodolfo Rodrigues

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Rodolfo Rodrigues: São Paulo tem seu pior ataque na era dos pontos corridos

Hernán Crespo, técnico do São Paulo, em partida contra o América-MG - FLAVIO CORVELLO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Hernán Crespo, técnico do São Paulo, em partida contra o América-MG Imagem: FLAVIO CORVELLO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Conteúdo exclusivo para assinantes
Rodolfo Rodrigues

Rodolfo Rodrigues é apaixonado por números e estatísticas no futebol. Foi repórter do Lance!, editor da Placar e do prêmio Bola de Prata ESPN e é autor de dez livros sobre futebol.

Colunista do UOL

23/09/2021 10h27

O São Paulo ficou no 0 x 0 com o América-MG nessa quarta-feira (22) e perdeu a chance de subir na tabela de classificação. Novamente com problemas ofensivos, o time do técnico Hernán Crespo chegou ao 8º jogo sem marcar em 21 rodadas.

Com apenas 18 gols marcados, o São Paulo tem o 5º pior ataque desse Brasileirão 2021, à frente apenas do Sport (8 gols feitos), Grêmio (15) e Chapecoense e Atlético-GO (17). Lembrando que o Grêmio tem dois jogos a menos.

Com uma média de inferior a um gol por jogo (0,86), o São Paulo tem o seu pior ataque no Brasileirão por pontos corridos (desde 2003), até essa 21ª rodada. Com 18 gols, o time de Crespo de 2021 superou o time de 2013, que havia feito 20 gols até essa altura do campeonato.

Piores ataques do São Paulo até a 21ª rodada do Brasileirão na era dos pontos corridos (2003-2021):
[18 gols] - 2021
20 gols - 2013
22 gols - 2016}
23 gols - 2019
26 gols - 2017
27 gols - 2010
28 gols - 2004

Dos 18 gols do São Paulo, 10 foram marcados no 1º tempo e apenas 8 no segundo tempo das 21 partidas. Somente Grêmio (4 gols) e Sport (6 gols), marcaram menos que o São Paulo na segunda etapa das partidas.

A situação do time de Crespo passa muito pelo desempenho ofensivo. Com a chegada de Calleri e a volta de Luciano (artilheiro do último Brasileirão), o São Paulo pode ainda melhor isso nos próximos jogos. Mas o treinador argentino precisa agir rápido.

Você pode me encontrar também no twitter (@rodolfo1975) ou no Instagram (futebol_em_numeros)