PUBLICIDADE
Topo

Rodolfo Rodrigues

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Richarlison empata com Ronaldo como 5º artilheiro da seleção nas Olimpíadas

Richarlison comemora gol na partida da seleção brasileira contra a Arábia Saudita pelas Olimpíadas - Lucas Figueiredo/CBF
Richarlison comemora gol na partida da seleção brasileira contra a Arábia Saudita pelas Olimpíadas Imagem: Lucas Figueiredo/CBF
Conteúdo exclusivo para assinantes
Rodolfo Rodrigues

Rodolfo Rodrigues é apaixonado por números e estatísticas no futebol. Foi repórter do Lance!, editor da Placar e do prêmio Bola de Prata ESPN e é autor de dez livros sobre futebol.

Colunista do UOL

28/07/2021 10h24

A seleção brasileira venceu a Arábia Saudita por 3 x 1 na manhã desta quarta-feira (28) e garantiu sua classificação para as quartas de final. Matheus Cunha e Richarlison, duas vezes, marcaram para a seleção do técnico André Jardine.

Richarlison, que havia feito 3 gols na estreia contra a Alemanha, chega agora a 5 gols, assume a artilharia do torneio masculino de futebol. Com esses 5 gols, o atacante do Everton-ING empatou com o Ronaldo na 5º colocação entre os brasileiros com mais gols na história dos Jogos Olímpicos.

Bebeto, com 8 gols, segue como o maior artilheiro. O campeão mundial de 1994 disputou as Olimpíadas de 1988 (2 gols e medalha de prata) e 1996 (6 gols e medalha de bronze). Neymar (3 gols e prata em 2012 e 4 gols e ouro em 2016), é o segundo maior artilheiro ao lado de Romário (7 gols e prata em 1988). Na 4º posição, aparece Leandro Damião com 6 gols em 2012 (prata). Ronaldo marcou 5 gols na campanha do bronze de 1996.

Maiores artilheiros da seleção brasileira na história das Olimpíadas:
8 - Bebeto (12 j)
7 - Romário (6 j)
7 - Neymar (12 j)
6 - Leandro Damião (5 j)
[5] - Richarlison (3 j)
5 - Ronaldo (6 j)

Nessa Olimpíada de 2020, Richarlison já havia alcançado uma marca importante ao marcar 3 gols na estreia, igualando o feito de Romário (1988), Gerson (1960) e Bebeto (1996), que também fizeram um hat-trick nas Olimpíadas.

Caso avance nas quartas de final, Richarlison tem a chance de disputar 6 gols e poder alcançar a marca de Bebeto, para se tornar o maior artilheiro da seleção brasileira nas Olimpíadas e também de ser o artilheiro, assim como Romário (1988), Bebeto (1996) e Leandro Damião (2012).

Você pode me encontrar também no twitter (@rodolfo1975) ou no Instagram (futebol_em_numeros)

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL